Links de Acesso

Aumenta violência contra mulher no Brasil


Manifestantes participam em protesto contra mulheres no Rio de Janeiro, 2016 (Foto de Arquivo)

O Brasil registou um aumento de 2 por cento no número de mulheres assassinadas no primeiro semestre deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado, de acordo com uma investigação do portal G1 da rede Globo, com dados oficiais dos 26 Estados e de Brasília.

Os casos de feminicídio também subiram, mas, em contrapartida, os registos de outros crimes relacionados à violência contra a mulher, como agressões e estupros tiveram uma queda.

Nos primeiros seis meses de 2020, 1.890 mulheres foram mortas de forma violenta em plena pandemia do novo coronavírus, o que representa um aumento de 2 por cento em relação ao mesmo período de 2019.

O número de feminicídios, quando as mulheres são mortas pelo simples fato de serem mulheres, também aumentou e foram notificados 631 crimes de ódio motivados pela condição de género.

Já os casos de lesão corporal no contexto de violência doméstica caíram 11 por cento, enquanto os estupros tiveram uma queda de 21 por cento.

Refira-se que o aumento de mortes neste ano coincidiu com a pandemia do novo coronavírus, quando várias Estados decretaram períodos de confinamento.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG