Links de Acesso

Mais denúncias de violência contra a rapariga em Moçambique


Abuso de crianças, Rede Came, Moçambique

Activistas de direitos da mulher exigem mais acção das autoridades para impedir o aumento da violência sexual nas escolas moçambicanas.

Num recente relatório, a Liga das Mulheres da África Austral (WLSA) diz que esse tipo de violência atinge níveis escandalosos e o Governo tem-se mostrado impotente para travar a situação.

A WLSA denuncia que os professores assediam e violam as raparigas, muitas vezes, em troca de notas nas avaliações, gozando de impunidade e da sua posição de superioridade hierárquica.

Mais vulneráveis são as raparigas que estudam à noite, diz esta organização regional.

Perante a situação,a activista Iolanda Sitóe pede mais acção.

E Eulália Ofumane, da Associação das Mulheres de Carreira Jurídica, reforça que os casos devem ser levados a sério pelo governo, tendo em conta a legislação aprovada pelo parlamento.

Acompanhe:

Aumenta a violência contra a rapariga, diz a WLSA
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:03 0:00


Acompanhe:

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG