Links de Acesso

Ataque no Paquistão faz cinco mortos


Gwadar, Paquistão

Autoridades no Paquistão dizem que o número de mortos, resultante de um raid de militantes extremistas durante a noite num hotel de luxo junto ao porto Gwadar, aumentou para pelo menos cinco, entre os quais quatro funcionários do hotel e um soldado da marinha paquistanesa.

Segundo informações do exército paquistanês, as forças de segurança completaram uma “operação de limpeza” no hotel Zaver Pearl Continental, matando todos os “três terroristas” que participaram no ataque da noite de sábado. Entre os feridos estão dois oficiais do exército, dois da marinha e dois funcionários do hotel.

Um grupo separatista, chamado Baluchistan Liberation Army (BLA) reivindicou o ataque no único hotel de cinco estrelas da área, que costuma hospedar altos oficiais do governo, bem como visitants chineses, devido ao porto de Gwadar, entre outros.

O primeiro-ministro Imran Khan denunciou o ataque mortal como parte de esforços para “sabotar” projectos económicos financiados por chineses, especialmente na província de Balochistan, onde fica Gwadar.

“Não devemos deixar que estas agendas tenham sucesso. A nção paquistanesa e as suas forças de segurança devem destruir todas elas”, disse Khan prestando tribute aos“mártires e feridos” das forças de segurança, de acordo com o comunicado publicado pelo seu gabinete.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG