Links de Acesso

Ataque de drones dos EUA na Síria mata líder da Al Qaeda


Drone MQ-9 da Força Aérea Americana

Comando Central afirma que o ataque prejudicará a capacidade do grupo terrorista

Um ataque de drone militar dos EUA, na Síria, na sexta-feira (22) matou um líder de alto escalão da Al Qaeda, disse o Comando Central dos EUA.

O porta-voz do Comando, Major do Exército, John Rigsbee, disse em comunicado que o assassinato de Abdul Hamid al-Matar "interromperá a capacidade da organização terrorista de planificar e realizar ataques globais que ameaçam cidadãos dos EUA, nossos parceiros e civis inocentes".

O mesmo ocorreu dois dias depois de uma base dos EUA, no sul da Síria, ter sido atacada, sem causar mortes ou danos aos Estados Unidos. Rigsbee não disse se ataque de sexta-feira foi retaliatório.

Um ataque aéreo dos EUA em setembro matou outro líder da Al Qaeda perto de Idlib, no noroeste da Síria.

O Comando Central dos EUA disse, na altura, que Salim Abu-Ahmad era responsável por "planificar, financiar e aprovar ataques transregionais da Al Qaeda".

Até final de Setembro, a guerra civil de 10 anos na Síria, envolvendo tropas estrangeiras, milícias e jihadistas, matou, pelo menos, 350.000 civis, de acordo com o Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG