Links de Acesso

Ataque da Junta Militar da Renamo faz dois mortos e quatro feridos em Manica, diz a Polícia


Elemento da Junta Militar da Renamo.

Duas pessoas morreram e outras quatro ficaram gravemente feridas, entre elas duas crianças, num ataque armado contra carrinhas de transporte de passageiros, numa estrada rural da província de Manica, no domingo, 27.

Ataque da Junta Militar da Renamo faz dois mortos e quatro feridos em Manica, diz a Polícia
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:17 0:00

A Polícia da República de Moçambique (PRM) em Manica, disse que o ataque foi feito pela autoproclamada Junta Militar da Renamo, um grupo dissidente.

“Das emboscadas que incidiram contra viaturas particulares e semi-colectivos de passageiros, ao longo da estrada número regional 260, que liga Chimoio a Mossurize, resultaram dois mortos e quatro feridos” disse Mateus Mindu, porta-voz da Policia em Manica.

A Junta Militar da Renamo, liderada por Mariano Nhongo, contesta a liderança de Ossufo Momade, e exige a renegociação do recente acordo de paz assinado entre o Governo e a Renamo.

À VOA, os sobreviventes relataram que o grupo, que empunhava armas de assalto do tipo AK-47, apareceu ao cair da noite, na referida estrada regional , onde circulavam quatro viaturas, ordenou que parassem e abriu fogo quando os condutores desobedeceram.

“Não era possível identificar claramente as pessoas que ordenavam a paragem. Quando abriram fogo, percebemos que era um ataque e todos os carros foram atingidos, mas algumas pessoas não sofreram” contou à VOA o sobrevivente Rondinho Lucas.

Lucas e outros passageiros seguiam na carroçaria de uma viatura de caixa aberta, conhecida por “my love”.

“Faltavam oito quilómetros para chegar a Dombe, e fomos atacados cerca das 18 horas locais. Outros morreram ai mesmo, outros era normal (com ferimentos)” disse Charles Mussimua, um dos motoristas atingido por uma bala.

Adelino Fernandes, cirurgião do Hospital Provincial de Chimoio, disse que “recebemos quatro vitimas, todas com ferimentos por armas de fogo, entre elas duas crianças de 10 e 14 anos em estado grave.”

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG