Links de Acesso

ASF: Malária continua a matar em Angola, Covid-19 e redução de verbas agudizaram a situação


Angola Saúde em Foco com o dr. Jorge Duarte, médico de clínica geral

A malária continua a ser a doença que mais mortes causa em Angola.

Dados da Organização mundial de Saúde indicam que quase 85% das mortes globais por malária em 2018 concentraram-se em 20 países na Região Africana e na Índia; A Nigéria foi responsável por quase 24% de todas as mortes globais por malária, seguida pela República Democrática do Congo (11%), a República Unida da Tanzânia (5%) e Angola, Moçambique e Níger (4% cada).

A prevenção ainda é o melhor remédio, mas tal como dinheiro, ela está escassa, dificultando o combate à malária em Angola. Para falarmos sobre este velho problema, mas muito actual, que é a malária, convidámos o dr. Jorge Duarte, médico de clínica geral em Luanda.

ASF: Malária continua a matar em Angola, Covid-19 e redução de verbas agudizaram a situação
please wait

No media source currently available

0:00 0:59:59 0:00

Jorge Duarte apontou como principais motivos do aumento de óbitos por malária em Angola a pandemia da Covid-19 - que incutiu nas pessoas o medo de ir ao hospital resultando em tratamento e diagnóstico tardios; a redução da verba do Estado para campanhas de prevenção de sete milhões de kwanzas para cerca de dois milhões de kwanzas e a falta de educação no que toca a medidas de prevenção contra a doença.

ASF: Malária continua a matar em Angola, Covid-19 e redução de verbas agudizaram a situação
please wait

No media source currently available

0:00 0:45:05 0:00

O médico de clínica geral apela às comunidades a se engajarem em campanhas de limpeza dos bairros, dizendo que é uma acção que não custa dinheiro, "só custa o nosso tempo".

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG