Links de Acesso

“As cartas da prisão de Nelson Mandela” sai em Julho


Obra, com 250 cartas de Mandela, tem o prefácio da neta do ícone da luta contra o apartheid

“As cartas da prisão de Nelson Mandela” é o título de uma obra que estará nas bancas em Julho em Portugal, pelo Porto Editora, para assinalar o centenário do nascimento do líder revolucionário anti-apartheid e Presidente da África do Sul.

O livro tem 255 cartas, muitas delas nunca, antes, tornadas públicas, organizadas cronologicamente e divididas pelas quatro instituições prisionais por onde passou.

A jornalista Sahm Venter é a organizadora da obra, cujo prefácio é assinado pela pela neta do ícone da luta anti-apartheid Zamaswazi Dlamini-Mandela.

Preso em 1962, Nelson Mandela passou 28 anos detido até ser liberto, num acto que marcou o fim do regime racista da África do Sul.

Durante os seus 10.052 dias na prisão, Mandela escreveu uma imensa quantidade de cartas às inflexíveis autoridades prisionais, companheiros activistas, aresponsáveis governamentais e, principalmente à sua mulher na altura, Winnie, e aos cinco filhos.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG