Links de Acesso

Aristides Gomes diz ser hora da Guiné-Bissau se reerguer


Primeiro-ministro diz que não se pode morrer na praia

O primeiro-ministro da Guiné-Bissau, Aristides Gomes, considerou ter chegado a hora de o país se reerguer e assumir “a sua verdadeira dimensão para que possa ter o seu papel no desenvolvimento global da humanidade a que pertence”.

Depois de votar neste domingo, 10, Gomes lamentou a tensão existente e reconheceu que as eleições legislativas foram organizadas num contexto difícil, mas, agora diz, “estamos na praia”.

“No entanto, não podemos morrer na praia, temos que sair da praia. A Guiné-Bissau tem que se reerguer e assumir a sua verdadeira dimensão para que possa ter o seu papel no desenvolvimento global desta humanidade a que pertencemos”, apelou o primeiro-ministro que destacou o apoio da comunidade internacional nesse processo.

As eleições legislativas, que deviam ter acontecido em Abril de 2018, foram marcadas para 18 de Novembro, mas viriam a ser adiadas para 10 de Março devido a dificuldades logísticas, nomeadamente atrasos no recenseamento eleitoral.

Mais de 700 mil guineenses escolhem os deputados à Assembleia Nacional e o partido que vai governar o país nos próximos quatro anos.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG