Links de Acesso

Antigo líder do braço juvenil da UNITA, Mfuka Muzemba, abandona o partido


Mfuka Muzemba, antigo secretário-geral da JURA, Angola

Muzemba alega razões pessoais para deixar a UNITA e avisa que vai "abraçar novos desafios”.

O antigo secretário-geral da organização juvenil da UNITA, JURA, Mfuka Muzemba, anunciou nesta quinta-feira, 10, a sua renúncia à militância do partido.

O também ex-deputado do partido do Galo Negro evoca razões pessoais, apesar de falar em “sucessivos bloqueios”.

“Após um longo período de afastamento, originado por suscessivos bloqueios internos, decidi, com efeito, renunciar à minha militância”, escreve na carta de duas páginas, acrescentando que “as razões de renúncia são meramente pessoas”.

Muzemba, que foi suspenso pela UNITA num caso de suspeita de corrupção, afirma deixar o partido “sem qualquer sentimento de mágoa e muito menos tristeza” e agradecea todos que acreditaram nele e não mediram esforços para o apoiar.

“A decisão que agora tomo me torna livre como um peixe de volta para a água”, diz e garante que “vou continuar a me dedicar ao país”.

Ao terminar a nota dirigida à direcção da UNITA, em que diz “somos todos angolanos e filhos da mesma pátria”, Mfuka Muzemba avisa que como fez agora, em carta, fará “em breve, a decisão de abraçar novos desafios”.

Em 2013, o antigo secretário-geral da JURA foi acusado de actos de corrupção activa por ter alegadamente recebido dinheiro de figuras ligadas ao MPLA e suspenso de todos os cargos, embora tenha mantido a cadeira de deputado.

Na altura, Muzemba negou todas as acusações.

Em Janeiro de 2016, o Conselho de Jurisdição da UNITA levantou a suspensão.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG