Links de Acesso

Antigo director do SIC na Huíla aguarda sentença


Leitura no dia 15 de Novembro

Amadeu Suana acusado de desvio de combustível

O Tribunal Provincial da Huíla agendou para o dia 15 de Novembro a leitura da sentença no caso do desvio de combustível, em que está envolvido, entre outros, o antigo director do Serviço de Investigação Criminal (SIC) da Huíla, Amadeu Suana, acusado do crime de peculato.

Sentença de desvio de comnbustiveis no proximo dia 15 - 2:23
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:23 0:00

"Está provado que o réu Alberto Suana sabia que o combustível pertencia a Prodel e/ou a Sonangol. O valor de kwanzas um milhão e oitocentos mil da venda dos 14 mil litros de gasóleo foi recuperado e depositado na conta da PGR. Está provado que na direcção do SIC Huíla tudo se faz com a ordem e orientação do réu Alberto Suana palavras ditas pelos declarantes Abel Wayaha, Adão Domingos António e Vítor Duarte. Está provado que com a atitude tomada pelo réu Suana causou ao Estado prejuízos de 4 milhões e setecentos e 25 mil kwanzas", acusou o procurador na última audiência.

A advogada de defesa, Alexandrina Domingos, questiona alguns elementos de prova produzidos em sede do julgamento, mas prefere aguardar pela decisão final no dia 15 de Novembro.

"Tivemos que levantar algumas questões que foram discutidas em sede do julgamento e vamos esperar o dia 15 para a sentença", disse Domingos.

O julgamento do antigo director do SIC Huíla envolve quatro outros cidadãos nacionais todos implicados no desvio de combustível em 2016 que estava destinado central térmica da comuna da Arimba nos arredores do município do Lubango.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG