Links de Acesso

Antigo chefe da secreta militar angolana em prisão domiciliária


José Maria é acusado de insuburdinação e extravio de documentos de carácter militar

O Supremo Tribunal Militar (STM) de Angola colocou em prisão domiciliar nesta segunda-feira, 17, o antigo chefe dos Serviços de Informação e Segurança Militar (SISM), José Maria, enquanto decorre um processo contra ele no qual é indiciado de extravio de documentos, aparelhos ou objectos que contenham informações de carácter militar e insubordinação.

A informação foi avançada pelo próprio tribunal numa nota que não avança muitos detalhes, além do enquadramento legal dos crimes em que incorre o antigo homem forte da "secreta".

O Novo Jornal, por seu lado, escreve que José Maria saiu do tribunal algemado depois de ter sido ouvido, na sequência da intimação feita na sexta-feira, 14.

Homem forte do Governo de José Eduardo dos Santos, José Maria dirigiu o SISM por cerca de três décadas.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG