Links de Acesso

Antigo advogado de Trump pede voto em democratas para acabar com a "loucura" no país


Michael Cohen

Michael Cohen registou-se como democrata

O antigo advogado pessoal de Donald Trump, Michael Cohen, pediu aos americanos que votem nos Democratas nas eleições de 6 de Novembro, caso contrário haverá mais dois ou seis anos de “loucura” no país.

"Ouça, aqui está a minha recomendação. Agarre a sua família, pegue os seus amigos, pegue os seus vizinhos e vá votar, porque se não, você vai ter mais dois ou mais seis anos dessa loucura", disse Cohen à CNN, depois de meses sem falar com a imprensa.

O advogado do actual Presidente por mais de uma década falou a uma repórter da cadeia televisa à entrada da sua casa em Manhattan, em Nova Iorque.

Há alguns dias, o advogado de Cohen, Lanny Davis, disse que ele voltou a registar-se como democrata, depois de se ter inscrito como republicano em 2016, quando Donald Trump era candidato.

Questionado sobre a mudança, Michael Cohen lembrou que foi democrata por quase toda a vida.

“Mudei por causa de um pedido do Comité Nacional Republicano (RNC). Não poderia ser vice-presidente do RNC e ser um democrata", esclareceu.

Michael Cohen encontrou-se recentemente com investigadores do procurador especial Robert Mueller que investiga a interferência da Rússia nas eleições de 2016.

Na quarta-feira, 17, Cohen encontrou-se com investigadores da Procuradoria Geral do Estado de Nova Nova Iorque.

Além da evasão de impostos e declarações falsas aos bancos, Cohen também declarou-se culpado em Agosto de violações financeiras e disse em tribunal que "em coordenação e sob a direção de um candidato a um cargo federal" ele reteve informações que poderiam ter prejudicado o Presidente.

Cohen orquestrou um pagamento à actriz de filmes pornográficos Stormy Daniels antes da eleição de 2016, uma forma de a impedir de divulgar um suposto caso com Donald Trump anos atrás.

Ele também estava envolvido noutro acordo similar relacionado a Karen McDougal, uma ex-modelo da Playboy que também alega ter tido um caso com Trump, que, no entanto, negou relações sexuais com as duas acusadoras.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG