Links de Acesso

Antiga ministra moçambicana do Trabalho sai da cadeia após dois anos em prisão preventiva


Helena Taipo, ex-ministra moçambicana do Trabalho e ex-embaixadora

Helena Taipo é acusada de desvio de um total de quase quatro milhões de dólares em dois processos

O Tribunal Superior de Recurso de Maputo deu provimento a um habeas corpus da defesa da ex-ministra do Trabalho, Helena Taipo, e colocou-a em liberdade, mas sob Termo de Identidade e Residência.

Taipo foi detida em Abril de 2019, após uma audição no Gabinete Central de Combate à Corrupção, sobre factos que remontavam a 2014, quando era ministra do Trabalho e tutelava o Instituto Nacional de Segurança Nacional (INSS).

Desde Abril de 2019, Taipo estava detido por suspeitas de ter recebido subornos no valor de 100 milhões de meticais,(1,6 milhões de dólares).

Noutro processo, é acusada, com mais 11 outros suspeitos, de um suposto envolvimento no desvio do equivalente a 113 milhões de meticais (cerca de dois milhões de dólares ) das contas da Direção do Trabalho Migratório e, segundo o Ministério Público, o dinheiro foi usado para a compra de imóveis, viaturas, cabazes de alimentos e bebidas alcoólicas.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG