Links de Acesso

Angolano é preso injustamente em ação da polícia no sul do Brasil


Angolano preso injustamente em ação de policiais no Sul do Brasil

O encontro de um casal que se conhecia apenas pela internet - um imigrante angolano que vive na cidade de Anápolis (Goiás) e uma moradora da cidade de Cachoeirinha, no Rio Grande do Sul - acabou com os dois feridos a tiros na Região Metropolitana de Gravataí, após policiais militares interceptarem o carro que os namorados estavam.

Angolano preso injustamente em ação de policiais no Sul do Brasil
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:00 0:00

Gilberto Andrade de Casta Almeida e a catarinense Dorildes Laurindo foram baleados. Ele acabou preso porque os policiais afirmaram que o imigrante havia atirado contra a viatura durante a perseguição.

Mas os investigadores do caso descobriram que o angolano foi preso injustamente. Quem atirou, na verdade, foi o motorista que o casal solicitou para regressar da casa dos familiares de Dorildes Laurindo.

Após quase uma semana preso, Gilberto foi solto no fim-de-semana passado e conversou com a Voz da América.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG