Links de Acesso

“Angola precisa de um resgate da cidadania”, diz Isaías Samakuva


Isaías Samakuva e outros dirigentes da UNITA

Presidente da UNITA falou na abertura do congresso que vai escolher o novo líder da organização juvenil do partido

O presidente da UNITA, Isaías Samakuva, considerou ser necessária uma revolução para resgatar a cidadania, visando refundar o Estado e construir um novo rumo para Angola.

Samakuva, que falava nesta quinta-feira, 8, na abertura do 4º Congresso da Juventude Revolucionaria de Angola (JURA), organização juvenil da UNITA, que acontece de 8 a 10 deste mês.

“O facto é que Angola precisa mesmo de uma resolução no sentido positivopara transformar pacificamente, mas radicalmente, o seu sistema de educação e ensino, saúde e sistema de produção”, afirmou o líder da UNITA, para quem “o resgate da cidadania não deve se confundir com a operação resgate da PN. O resgate da cidadania é uma tarefa mais muito mais profunda e abrangente”.

Quanto à eleição do novo líder da JURA, Samakuva afirmou que quem for eleito deve trabalhar para os anseios e as aspirações de toda juventude.

“Queremos ver a JURA, nas ruas, fora dos gabinetes, trabalhando activamente no desenvolvimento da consciência cívica, social, comunitária dos cidadãos para os fazer participar mais na resolução dos problemas sociais", desafiou Samakuva.

Entretanto, presente na abertura do IV Congresso esteve Luther Rescova, primeiro secretário da JMPLA disse esperar que o futuro líder da JURA possa contribuir para o crescimento do país.

“Achamos uma iniciativa positiva e que quem vir a ser eleito possa contribuir para o desenvolvimento do país”, afirmou.

Concorrem à liderança da juventude da UNITA, Elsa Pataco, por sinal a única mulher, Rafael Mukanda, António das Dores, Nelito Ekuikui, Agostinho Kamuango, Aly Mango, Kafu Sabino e Oseias Chilemba.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG