Links de Acesso

Angola: Novo OGE prevê petróleo a 33 dólares o barril


Economistas angolanos mostram-se divididos quanto à previsão do preço do petróleo feita pelo governo angolano numa proposta de revisão do orçamento.

O conselho de ministros de Angola aprovou essa revisão baseada no preço do petróleo a 33 dólares o barril.

A proposta vai para discussão na Assembleia Nacional.

Quem pensa ser uma ideia prudente a revisão do OGE com base em 33 dólares o barril de petróleo é o consultor económico Galvão Branco.
Galvão Branco disse que é preciso no entanto “ olhar aos números, a estrutura de formação de receitas fiscal não petrolífera, como é que está a ser feita a consolidação fiscal (ver se) há défice ou não há”.

“Agora em relação ao preço a 33 dólares acho uma medida prudente e acredito que vai aos 40 dólares", disse Galvão Branco.

Já para o economista Damião Cabulo o executivo está a exagerar no optimismo quanto a esse preço fazendo notar que não há sinais que se está a chegar ao fim da pandemia do coronavírus, alertando para a possibilidade de um segundo surto à escala mundial que irá ter efeitos maus para a economia e portanto para o preço do petróleo.

"Quer me parecer que há um optimismo exagerado”, disse.

“Eu penso que devia-se rever o OGE com o preço de 25 dólares”, acrescentou.

Por seu turno, o economista Carlos Padre entende que esse ajustamento do OGE já devia ter sido feito antes só que defende que estes ajustamentos deviam privilegiar o fomento do sector privado da economia com a criação de um fundo de apoio à privatização.

"Está na hora de entrarmos num outro ciclo, deixarmos de uma vez por todas de pensar no petróleo. É hora de viragem mas uma viragem real a sério e não apenas de boca, tem que ser profundo, irmos para o interior do país", disse.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG