Links de Acesso

Angola e Cabo Verde acordam parceria estratégica


Ulisses Correia e Silva (esq) e João Lourenço (dir), Luanda

Dois governos isentam vistos aos seus cidadãos

O primeiro-ministro de Cabo Verde disse deixar Angola com a certeza de que os dois países elevaram o seu patamar de relações para uma "parceira estratégia", que terá impacto na circulação de pessoas e bens.

No final de uma visita a Luanda que teve início no sábado, Ulisses Correia e Silva afirmou a jornalistas antes de deixar Angola nesta terça-feira, 1, que os dois países decidiram isentar os seus cidadãos de vistos.

"Há aqui uma perspectiva futura muito boa. Nós acreditamos que Angola tem um futuro promissor e queremos reforçar estas boas relações", enfatizou Correia e Silva, quem, sem fixar uma data, garantiu que a isenção de vistos entrará em vigor “em breve” porque "este compromisso está assumido".

No encontro entre as duas delegações ontem, na Presidência da Repúblcia, o Governo de Cabo Verde propos a criação de um mecanismo para a legalização de cidadados dois países que tenham residido pelo menos três anos noutro Estado.

Durante a sua estada em Angola, Ulisses Correia e Silva encontrou-se no domingo, 29, com a comunidade radicada em Luanda e prometeu ajudar os mais carentes.

Integram a delegação cabo-verdiana o ministro dos Negócios Estrangeiros, Luís Filipe Tavares, e o ministro de Estado, dos Assuntos Parlamentares e Presidência do Conselho de Ministros e ministro do Desporto, Fernando Elísio Freire

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG