Links de Acesso

Angola e Cabo Verde acabam com a dupla tributação


Olavo Correia, vice-primeiro-ministro de Cabo Verde, está em Luanda

Cidadãos angolanos e cabo-verdianos estarão isentos da dupla tributação, depois da ratificação pelos respecitivos parlamentos de um acordo assinado na quinta-feira, 8, em Luanda, pelo ministro das Finanças de Angola, Archer Mangueira, e pelo vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças de Cabo Verde, Olavo Correia.

Na ocasião, foram assinados três documentos que se segue à assinatura anterior de outros dois, entre eles um que permite a livre circulação de pessoas entre os dois países.

Mangueira e Correia destacaram a importação dos acordos que, além de evitar a dupla tributação, abrange ainda a assistência administrativa mútua em matéria aduaneira e fiscal.

"Nós queremos tudo fazer para que angolanos e cabo-verdianos possam movimentar-se e possam investir nos nossos dois países, com a segurança absoluta dos seus investimentos, mas também garantindo nós as melhores condições em matéria de tributação", disse Olavo Correia na sua intervenção, na qual realçou que "quanto melhor for o sistema, quanto melhor for o ambiente de negócios, o clima de investimentos, melhor para todos".

Por seu lado, Archer Mangueira colocou ênfase no facto desses três acordos oferecerem a “Angola e Cabo Verde enormes vantagens estratégicas, com destaque para o "incremento do investimento estrangeiro, com reflexos, por exemplo, no crescimento da economia, na transferência de conhecimento e de competências, na construção de infraestruturas e no aumento do emprego e do nível de vida das populações.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG