Links de Acesso

Angola continua no grupo dos países não livres, diz Freedom House


Organização reconhece melhorias no país que ganha cinco pontos na escala

Angola continua no grupo dos países não livres, revela a organização não governamental Freedom House, no seu relatório Liberdade no Mundo 2019, divulgado nesta quarta-feira, 5, em Washington.

Apesar de reconhecer que houve uma melhoria com a Presidência de João Lourenço, tendo o país ganho cinco pontos na escala, o documento afirma que o país não conseguiu sair do último grupo do índice da organização com sede nos Estados Unidos.

Estas mudanças, diz a Freedom House, podem “servir como modelos importantes para os vizinhos e melhorar significativamente a trajetória democrática do continente como um todo".

A organização também destaca que Lourenço desenvolveu “acções notáveis contra a corrupção e a impunidade, ao reduzir a influência descomunal da família do seu antecessor e conceder aos tribunais uma maior independência”.

A nível dos demais países lusófonos, o Brasil, embora integre o grupo dos países livres, perdeu três pontos.

A Freedom House afirma que a liberdade caiu em todo o mundo pelo 13º. ano consecutivo e que há ainda muitas ameaças.

Esta inversão abrange uma variedade de países de todas as regiões, de democracias cimentadas como Estados Unidos a regimes autoritários como a China e Rússia.

A Freedom House acrecenta, no entanto, que essas perdas ainda são superficiais comparadas com os ganhos do final do século 20, “mas o padrão é consistente e perigoso”.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG