Links de Acesso

Angola: Comandante de esquadra policial poderá responder por morte de cidadã.


Um agente já foi preso

O comandante da esquadra policial da Zona Económica Especial (ZEE), localizada no município de Viana, em Luanda, poderá ser notificado pela Direcção Provincial de Investigação Criminal (DPIC), para responder no processo-crime que envolveu a morte da cidadã Doroteia Lopes em Julho passado.

Comandante da policia de Luanda poderá ser notificado pela DPIC -1:27
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:27 0:00

Ambrósio Lopes, irmão da falecida disse à Voz da América que recebeu garantias do instrutor do processo de que outros elementos da corporação, que presenciaram o incidente poderão igualmente ser ouvidos como testemunhas.

Doroteia Lopes foi morta a tiro no passado dia 4 de Julho na sequência da intervenção policial que, segundo a corporação, visava impedir a invasão do terreno por porte de populares.

Por altura do incidente, o Grupo de Monitoria dos Direitos Humanos tinha exigido das autoridades a responsabilização criminal dos autores do crime de que resultou também o ferimento de três residentes.

Por sua vez a Procuradoria-Geral da República tinha assegurou que tinha instaurado um processo criminal para apurar responsabilidades sobre a intervenção policial tendo anunciado ter já constituído arguido o agente José Lopes Bartolomeu a quem tinha sido aplicada a medida de coacção de prisão preventiva.

Para o Comando Provincial da Polícia, a acção dos agentes visava impedir uma tentativa de invasão de terrenos, que são propriedade do Estado, por parte da população.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG