Links de Acesso

Américo Vaz destituído de orgãos de direcção do Bloco Democrático


Américo Vaz, candidato derrotado à presidência do Bloco Democrático partido foi destituído dos órgãos de direcção por dois anos por violação aos estatutos.

Américo Vaz suspenso do Bloco Democrático -1:55
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:54 0:00

Segundo a comissão de jurisdição e fiscalização Américo Vaz violou os estatutos do partido e por isso foi destituído dos órgãos nacionais do partido por um período de dois anos sem possibilidade de eleger ou ser eleito.

França Bila presidente da Comissão Jurisdicional e de Fiscalização do BD disse que inicialmente “face à acusação que lhe foi feita e porque não contestou aplicou-se uma suspensão de três anos”.

“Ele recorreu da decisão, e assim q depois de apreciado o recurso decidimos ao invés da suspensão de três anos o partido destituiu-o dos órgãos nomeadamente o Conselho Nacional e da Comissão Política, por um período de dois anos", acescentou

Américo Vaz, candidato derrotado por Filomeno Vieira Lopes à presidência do BD diz que a decisão de o afastar é arbitrária e injusta.

"Na informação disponível no grupo da Comissão Política a suspensão aplicada é de três anos, já na notificação que recebi oficialmente a suspensão é de dois anos sem direito a eleger e a ser eleito, é uma medida excessiva, anti-democrática de um processo eivado de irregularidades, nós não sabemos até agora de que sou acusado", disse.

O secretário nacional do Bloco Democrático disse à VOA que não houve qualquer irregularidade, no processo.

O visado foi notificado por três vezes para ser inquirido tendo refutado por três ocasiões em responder a solicitação, e isso trata-se de violação dos estatutos a que ninguém está acima no BD, disse

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG