Links de Acesso

Al-shabaab reivindica ataque no Quénia


Forças de segurança quenianas

No Quénia vários agentes policiais encontram-se entre as 10 pessoas mortas num ataque a um autocarro.

O autocarro foi atacado homens armados supostamente pertencentes ao grupo militante islâmico al Shabaab.

O ataque ocorreu sexta-feira, perto da fronteira com a Somália, segundo informação prestada, este sábado, pelo gabinete do presidente Uhuru Kenyatta.

A polícia disse que os atacantes tinham como alvo específico não-somalis. A área onde ocorreu o ataque é habitada maioritariamente por quenianos-somalis.

O porta-voz da polícia Charles Owino disse que as forças de segurança estão em perseguição dos homens armados e que o motorista do autocarro está sob custódia e a ajudar nas investigações.

A al-Shabaab reivindicou o ataque e disse que os mortos incluíam "agentes secretos de segurança e funcionários do governo".

O grupo com base na Somália tem levado a cabo vários ataques no Quênia desde que este país começou a usar as suas tropas para combater os militantes islamitas.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG