Links de Acesso

Agentes da polícia de Nampula acusados de não proteger cidadãos e de nao combaterem o crime


Nampula

Agentes da Polícia da República de Moçambique (PRM) na província de Nampula estão a ser acusados de má conduta por residentes que dizem estar a comprometer a ordem e a segurança públicas, enquanto a criminalidade aumento nos bairros da cidade.

Alguns agentes são criticados por se apresentarem no trabalho sob efeito do álcool e de não protegerem os residentes.

As denúncias foram apresentadas ao comandante provincial num encontro que manteve com a comunidade para o reforço da relação polícia-comunidade no bairro de Nampaco.

José João da Costa, líder religioso, disse que no mês passado roubaram o seu celular na feira dominical e quando apresentou o caso aos agentes da patrulha na zona, a resposta foi "o que eu devo fazer?” .

Sem solução, Costa disse que teve que ir a casa e critica “o processo de recrutamento dos agentes”.

A criminalidade em Nampula é uma preocupação de toda a população, reforça Ana Maria, residente do bairro Natikire, que refere viver com medo porque os criminosos “invadem residências e para além de roubar os bens também violam as mulheres e assassinam os homens”.

Do seu lado, o comandante da polícia em Nampula, Moisés Gueve, reconheceu no encontro com a população que as reclamações são verdadeiras.

Ele disse que a comunidade “deve também colaborar no reforço do policiamento comunitário”.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG