Links de Acesso

Agente do Serviço de Investigação Criminal detido após atirar mortalmente num cidadão em Malanje


Lindo Ngola, porta-voz do SIC, confirma incidente

A vítima tentou fugir de agentes da polícia que o cercaram depois de ter sido acusado de agressão a um vizinho

Um cidadão de 24 anos de idade, solteiro, foi morto a tiro no domingo, 7, por volta das 6 horas por um agente do Serviço de Investigação Criminal (SIC) da província angolana de Malanje.

O agente foi detido e vai enfrentar a justiça.

Pedro Benedito morreu com uma bala no tórax, quando tentava de fugir de agentes do SIC que foram chamados pelo vizinho, Jorge da Conceição, que o denunciou por agressão.

O disparo foi o segundo quando a vítima se encontrava no chão, confirmou um irmão que pediu para não ser identificado.

O pai da vítima, Augusto Benedito, que roga por justiça, disse desconhecer o acto praticado pelo filho, mas diz não justificar o assassinato à porta da residência.

O porta-voz do Serviço de Investigação Criminal, superintende Lindo Ngola, que confirmou a detenção do autor do disparo, cuja identidade não foi revelada, precisou que o falecido participara na véspera num acto de agressão contra “um cidadão com objectos contundentes e retirado pertences, nomeadamente um telemóvel e casaco”.

“Este (Pedro Benedito) convidado a acompanhar até ao piquete, na tentativa de meter-se em fuga, deparou-se com um dos agentes que ao efectuar um disparo de pistola no sentido de evitar a fuga atingiu o mesmo na região toráxica”, confirmou Ngola.

A delegação Provincial do Ministério do Interior (Minint), que condenou o comportamento do agente do SIC numa nota, confirmou a ordem de prisão do agente que foi conduzido aos calabouços da sua unidade, onde será constituído o devido processo para posterior apresentação ao Ministério Público.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG