Links de Acesso

Administração Biden anuncia regresso ao Conselho dos Direitos Humanos da ONU


Anthony Blinken, secretário de Estado americano

Secretário de Estado reforça principal objectivo do novo Governo: defesa dos direitos humanos no mundo.

Os Estados Unidos anunciaram a intenção de regressar a Conselho de Direitos Humanos da ONU, que a Administração de Donald Trump abandonou, em 2018, acusando-o de hipocrisia.

Em comunicado, o secretário de Estado Antony Blinken disse nesta segunda-feira, 8, que a mudança faz parte do compromisso do Governo Biden “com uma política externa centrada na democracia, direitos humanos e igualdade”.

Os Estados Unidos deixaram o conselho em 2018, com o Governo do ex-Presidente Donald Trump a considera que o Conselho era tendencioso contra Israel, precisava de uma série de reformas e tinha entre seus membros países que foram acusados de abusos de direitos humanos, como China, Cuba e Venezuela .

Blinken citou preocupações semelhantes hoje, mas disse que em vez de encorajar a mudança, a retirada de Washington criou um vácuo na liderança dos EUA, que os países com agendas autoritárias usaram a seu favor".

“Para lidar com as deficiências do Conselho e garantir que ele cumpra seu mandato, os Estados Unidos devem estar à mesa usando todo o peso de nossa liderança diplomática”, sublinhou o secretário de Estado.

Antes do anúncio, as autoridades americanas disseram que os Estados Unidos vão procurar o estatuto de observador para ocupar um lugar de membro no conselho.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG