Links de Acesso

Activista denuncia situação dramática no hospital do Cuango


Foto de arquivo num hospital de Angola

O Hospital regional do Cuango recebe pacientes vindos de 5 municípios da província da Lunda norte e a unidade hospitalar mas carece de médicos, enfermeiros e medicamentos.

Segundo o activista cívico Jordam Muakabinza por falta de médicos e medicamentos morrem por dia mais de dez crianças na aldeia do Cuango.

“No hospital na verdade falta quase tudo não tem nem médicos nem medicamentos”, disse.

O activista apelou ao presidente da Republica, João Lourenço a intervir.

“Queremos uma intervenção urgente do presidente da republica João Lourenço aqui onde todos os dias morrem crianças” disse.

A VOA tentou contactar o Governador provincial da Lunda Norte, Ernesto Muangala, mas não tivemos qualquer resposta.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG