Links de Acesso

Activista denuncia "ordens superiores" que impediram manifestação no Huambo


Sede do Governo provincial do Huambo, Angola

Presidente da associação cívica Sinédrio, Gabriel Delfino, diz que protesta contra o "caos social" vai ser remarcado

A Polícia Nacional de Angola (PN) impediu uma manifestação no passado fim de semana no Huambo que pretendia chamar a atenção para o que os seus promotores designam de "caos social".

A denúncia é do presidente da associação cívica Sinédrio, Gabriel Delfino, que adianta que centenas de cidadãos estavam prontos para participar.

"Uma demonstração de que hoje a insatisfação já não é só da oposição, é dos angolanos, as políticas do Governo falharam todas, temos de exigir, e será através de manifestações em todo o país’’, afirma o activista Delfino.

A manifestação, abortada por alegadas ‘’ordens superiores’’, vai ser remarcada, ainda de acordo com o activista.

Não foi possível obter a versão da Polícia Nacional.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG