Links de Acesso

ACNUR suspende repatriamento voluntário de refugiados da RDC em Angola devido às chuvas


A maioria está na província da Lunda Norte

O repatriamento voluntário dos refugiados da República Democráticado congo (RDC) que se encontram na província angolana da Lunda Norte foi suspenso por causa das fortes chuvas que se registam na região congolesa do Cassai, disse à VOA nesta terça-feira, a porta-voz do Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (ACNUR).

Suspenso repatriamento de refugiados da RDC - 2:07
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:07 0:00



Juliana Ghasi afirmou que a operação será retomada apenas em Janeiro de 2020, com a saída dos restantes comboios humanitários que deverão transportar os refugiados que ainda permanecem no campo de reassentamento do Lóvua.

Entretanto, cerca de 4quatro mil refugiados congoleses decidiram permanecer na província diamantífera da Luanda Norte com o mesmo estatuto, alerta Juliana Ghasi .

A este número, segundo afirmou, juntam-se cerca de 15 mil refugiados e 30 mil requerentes de asilo, maioritariamente de países africanos, num total de perto de 50 mil estrangeiros que escolheram Angola como país de acolhimento.

A porta-voz do ACNUR explicou que a organização tem estado a trabalhar com o Serviço Migração e Estrangeiros de Angola para solucionar uma antiga reclamação que tem a ver com a regularização da situação migratória dos refugiados, que lhes permita ter acesso ao trabalho, assistência médica e estudo em Angola.

Em 2020, o ACNUR e o Governo de Luanda vão continuar a trabalhar na reformulação dos documentos pessoais dos refugiados e requerentes de asilo visando adaptá-los às novas regras migratórias em Angola.

“Temos de 49 mil a 50 mil cidadãos refugiados em Angola”, concluiu Juliana Ghasi.

Angola participa até amanhã, 18, em Genebra, na Suiça, no Fórum Global sobre Refugiados (FGR) com uma delegação chefiada pelo secretário de Estado para a Acção Social, Lúcio do Amaral.

A delegação angolana está a tratar com outros participantes questões ligadas aos compromissos e contribuições a favor dos refugiados e promoção da integração local dos cidadãos dos países afectados pela aplicação da Cláusula de Cessação do Estatuto de refugiados nomeadamente Serra Leoa, Libéria e Rwanda.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG