Links de Acesso

África lusófona segue as eleições americanas


Eleitores em Kentucky

Analistas e cidadãos de Cabo Verde, Guine-Bissau, Moçambique e São Tomé e Princípe acompanham a votação nos Estados Unidos, e, no geral, esperam que o vencedor mantenha a cooperação com os seus países.

Disputam a Casa Branca, nesta terça-feira, 3, o incumbente Donald Trump e o ex-vice-presidente Joe Biden.

Qualquer que se seja o vencedor, dizem os cabo verdianos entrevistados na cidade da Praia, que mantenha as históricas relações entre os dois países.

Edna Sidumo, pesquisadora e professora de Relações Internacionais, na Universidade Joaquim Chissano, em Maputo, diz que “apesar da ligeira vantagem de Biden (nas sondagens)” não se pode afirmar que “Trump poderá perder estas eleições”.

Eleicões americanas – Cabo Verde e Moçambique
please wait

No media source currently available

0:00 0:04:13 0:00

Sidumo diz também que estas eleições servirão para saber se os americanos querem estar isolados ou abertos ao mundo.

Daniela Gino Vaz, estudante guineense de ciências políticas, espera que os americanos escolham “um presidente que garanta uma economia mundial estável e traga investimentos para a Guiné-Bissau”.

Eleicões americanas – Bissau e São Tomé
please wait

No media source currently available

0:00 0:04:00 0:00

Os entrevistados da VOA em São Tomé esperam também que vença o melhor.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG