Links de Acesso

África do Sul retira embaixador de Israel


Presidente Cyril Ramaphosa

Governo de Ramaphosa critica "acto de agressão violenta" e pede investigações

O Governo da África do Sul decidiu retirar o seu embaixador de Israel "com efeito imediato" numa condenação do que diz ser o "último acto de agressão violenta" da repressão dos protestos palestinianos pela mudança da embaixada americana para Jerusalém.

O Executivo do Presidente Cyril Ramaphosa disse condenar em "termos mais enérgicos" os incidentes de ontem na fronteira entre Israel e a Faixa de Gaza, que provocaram 60 mortos e mais de dois mil feridos.

Sisa Ngombane deve sair em breve de Telavive, ao mesmo tempo que o Governo sul-africano pede investigações às mortes dos palestinianos.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG