quarta-feira, 26 novembro, 2014. 18:29 UTC

Notícias / Estados Unidos

2012: NASA abandona transporte espacial para investir em pesquisa espacial propriamente dita

Vários projectos de naves espaciais estão em curso por companhias privadas e a NASA prevê o início de viagens para o espaço a partir dos Estados Unidos dentro de 5 anos

Esta imagem da NASA mostra a nave de transporte de carga SpaceX Dragon acoplada a Estação Espacial Internacional, May 25, 2012 ( Imagem de arquivo)
Esta imagem da NASA mostra a nave de transporte de carga SpaceX Dragon acoplada a Estação Espacial Internacional, May 25, 2012 ( Imagem de arquivo)

Multimédia

Áudio
Redacção VOA
O ano de 2012 foi o primeiro em que os Estados Unidos ficaram completamente sem naves para transportar astronautas para a Estação Espacial. Mas uma companhia criada há dez anos tem mostrado que pode fazer o que o governo americano presentemente não pode.

A correspondente da VOA Suzanne Presto lembra que a NASA separou-se das suas naves espaciais enviando-as este ano aos museus. A nave Discovery foi transportada em Abril, sobre um avião especialmente construído para o efeito, para a sua nova morada… Um acontecimento acompanhado por multidões olhando para as nuvens, no momento que os dois aparelhos sobrevoavam a capital americana – Washington.

Semanas mais tarde uma nova nave iluminava as nuvens no seu trajecto à Estação Espacial Internacional.

Em Maio a naveta espacial Dragon, lançada do topo do um foguetão Falcon-9, tornou-se no primeiro aparelho privado a acoplar com a Estação Espacial Internacional. O foguetão e a cápsula são desenvolvidos, operados e detidos por SpaceX, uma companhia do Estado da Califórnia.

Foi uma proeza até então realizada por poucos governos no mundo.
A histórica ancoragem espacial do Dragon foi mais do que um suspiro de alívio para o patrão da SpaceX, Elon Musk.

“Estou realmente feliz porque foi um passo crucial, que uma vez atingido, faz com que as coisas no futuro se mudem e é quase certo que a humanidade está a tornar-se numa espécie de multi-planetas.”

A NASA está igualmente a trabalhar com a Ornital Sciences Corporation, uma companhia que desenvolveu o foguetão Antares e o cargueiro Cygnus. O primeiro voo experimental para a estação espacial está previsto para 2013. 
O administrador da NASA Charles Bolden diz que essas parcerias beneficiam o programa espacial americano.

“Estamos a entregar ao sector privado o nosso transporte para a Estação Espacial Internacional, e assim, a NASA poderá concentrar-se no que fazemos do melhor – explorar mais profundamente o nosso sistema solar, com horizontes em missões para um asteróide e Marte.”

A NASA está a construir o maior foguetão jamais construído, chamado de Sistema de Lançamento Espacial e a cápsula Orion, uma nave que poderá transportar astronautas 15 vezes mais longe ou seja 15 vezes mais para lá da Estação Espacial Internacional. Uma missão experimental não tripulada está prevista para 2014.

Houve muitos interesses em torno dos veículos de nova geração desenvolvidos pela NASA durante o festival de ciências em Abril em Washington. O ainda adolescente Andrew Clency e os seus colegas eram os admiradores das cápsulas.

“Estou contente em ver que o completo programa espacial continua. Não sei... parece-me que isso tudo estava quase mort. Mas não. Está vivo e bem, e parece fantástico.”

A NASA tem contratos com 3 companhias americanas que trabalham em veículos de transportes de tripulações para missões tripuladas com destino a baixa-orbita terrestre. A NASA tem agido como o investidor de liderança, com tecnologias e conselhos, além de fundos.

A SpaceX anunciou que a sua cápsula Dragon é concebida para o transporte de tripulações, e que planeia testes de voos tripulados dentro de 3 anos.
A Boeing está a trabalhar igualmente no seu projecto de Cápsula- 100 destinado ao transporte espacial de tripulantes, designado a transportar 7 pessoas e a aterrar no solo.

Enquanto a SpaceX e a Boeing trabalham em veículos similares as cápsulas que aterraram na lua, a empresa Sierra Nevada Corporations está a desenvolver uma nave espacial com asas chamada de Dream Chaser – o caçador de sonho. O aparelho tem aparência de um avião ou das reformadas naves espaciais.

Howard McCurdy, professor da Universidade Americana em Washington, diz que essas parcerias com a NASA estimulam a inovação.

“A curto prazo, SpaceX está a frente com as tecnologias. Elas são desenvolvidas. A longo prazo, está a acontecer a mesma competição que tivemos na década de 1950 – veículos com asas ou em forma de cápsulas, e ninguém sabe até ao momento qual deles possui tecnologia superior.”

Através de parcerias a NASA indica que estará pronta para enviar astronautas para o espaço, a partir dos Estados Unidos dentro de 5 anos.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sexta-feira 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
A Voz da América nas manifestações em Fergusoni
X
26.11.2014 18:08
O polícia que matou Michael Brown não será acusado.
Vídeo

Vídeo A Voz da América nas manifestações em Ferguson

O polícia que matou Michael Brown não será acusado.
Vídeo

Vídeo Protestos violentos causam caos em Ferguson, Estados Unidos

Uma decisão de um Grande Júri no Misssouri de não indiciar o policia branco Darren Wilson pela morte a tiro do jovem africano-americano Michael Brown resultou em mais violência e destruição em Ferguson. Isto apesar dos apelos a manifestações pacíficas por parte dos lideres comunitário
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 24 Novembro 2014

As imagens das noticias de Africa
Vídeo

Vídeo Mama Sarah Obama, única avó viva do Presidente americano

A mulher do avô de Barack Obama está nos Estados Unidos para angariar fundos para a construção de uma escola e de um centro hospitalar no valor de 12 milhões de dólares, em Kogelo, no Quénia. Foi homenageada no Dia das Mulheres Empreendedoras nas Nações Unidas
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 21 Novembro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 20 Novembro 2014

As notícias que marcam a actualidade do país liderado por Barack Obama
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 20 Novembro 2014

As imagens das noticias africanas
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 19 de Novembro 2014

Actualidade do continente africano em 60 segundos
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 18 Novembro 2014

A actualidade dos Estados Unidos da América em 60 segundos
Mais Vídeos