sexta-feira, 01 agosto, 2014. 01:42 UTC

Notícias / Estados Unidos

Mitt Romney continua a campanha no dia das eleições

Candidato Republicano quebrou a tradição fazendo campanha em paralelo à votação, isso enquanto o presidente cessante decide esperar pelos resultados na sua cidade de Chicago

Eleitores americanos na cidade de Manassas na Virginia em linha de espera para a votação - 6 de Novembro 2012
Eleitores americanos na cidade de Manassas na Virginia em linha de espera para a votação - 6 de Novembro 2012

Multimédia

Áudio
Redacção VOA
— Os eleitores americanos votam hoje para reeleger o presidente cessante Barack Obama, ou então eleger o seu adversário republicano, Mitt Romney.

Vai ser um dia longo e de expectativas, dados os vários fusos horários do país. Os primeiros eleitores a irem as urnas são os da costa leste. Na costa do Pacífico as urnas abriram mais tarde e deverão ser encerradas lá para o meio da noite.

O processo parece decorrer na normalidade, apesar de queixas em alguns Estados sobre avarias e insuficiências do sistema de votação.
 
Apesar de todas as incertezas, os analistas são unânimes em afirmar que o presidente Obama tem maior probabilidade para ser reeleito. Aliás todas as sondagens publicadas ontem davam vantagens ao presidente Barack Obama.

Num conjunto de nove Estados considerados de decisivos, a tendências de voto publicadas pela CNN são todas favoráveis ao presidente cessante a excepção do Estado da Florida.Uma estatística do jornal New York Times confere ao candidato Barack Obama 92 por cento de chances de reeleição.

Talvez seja por isso que Mitt Romney quebrou a tradição no dia de voto. O candidato republicano decidiu fazer campanha hoje em Cleveland no Estado do Ohio e Pittsburgh no Estado da Pensilvânia. O seu adjunto, Paul Ryan além de Cleveland vai estar em Richmond na Virgínia.

O presidente Barack Obama decidiu passar o dia em passeio na cidade de Chicago, onde optou em dar uma dezena de entrevistas a Rádios e Televisões. Obama encerrou a sua campanha ontem a noite na cidade de Des Moines em Iowa, reavivando o simbolismo de uma cidade onde se lançou em 2007 na corrida presidencial.

“A nossa luta pela mudança continua. Porque sabemos que esta nação não terá sucesso sem o crescimento, sem uma classe média próspera e uma ascensão social para todos aqueles que desejam trabalhar e pertencer a essa mesma classe média.”

O candidato republicano Mitt Romney ontem a noite no New Hampshire voltou mais uma vez a assumir-se como o candidato ideal para uma América marcada por quatro anos de uma desaceleração económica. Ele prometeu por a disposição do país a sua performance de político e empresário de sucesso.

“Eu iniciei um negócio, criei mais outro, ajudei a organizar os jogos olímpicos e com uma legislatura democrata, consegui que o meu Estado deixasse de ser deficitário para excedentário, do desemprego para a procura de mão-de-obra e saímos de mais tributários para com mais receitas.”

Mitt Romney e a mulher votaram hoje de manhã na cidade de Boston no Estado de Massachusetts. O presidente Obama quanto a si, já votou antecipadamente na semana passada em Chicago.

A afluência às urnas deverá ser acentuada pese embora muitos afirmam que não será ao nível de 2008, altura em que eleitorado avidamente motivado aderiu ao processo.
Há no entanto a salientar que em alguns Estados estão a ser reportados falhas nos sistemas de votação. Muitos eleitores queixaram-se que as máquinas electrónicas não estavam a funcionar devidamente e que quando escolhiam um certo candidato, o outro é que surgia no ecrã.

Por exemplo aqui perto na Virgínia, vários eleitores na cidade de Fredericksburg queixaram-se da avaria da máquina de votação, assim como do facto de não haver um número suficiente boletins de voto em papel.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Ivan Collinson - Participante Yalii
X
31.07.2014 20:06
Ivan Collinson - Participante Yali. Veio de Moçambique e é director adjunto do registo académico da Universidade Eduardo Mondlane. Ivan sente-se mais africano depois de participar na Iniciativa Jovens Líderes Africanos nos EUA
Vídeo

Vídeo Ivan Collinson - Participante Yali

Ivan Collinson - Participante Yali. Veio de Moçambique e é director adjunto do registo académico da Universidade Eduardo Mondlane. Ivan sente-se mais africano depois de participar na Iniciativa Jovens Líderes Africanos nos EUA
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 31 Julho 2014

Câmara dos Representantes indicia processo contra Presidente Barack Obama
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 31Julho 2014

Da propagação do vírus do ébola, aos ataques do Boko Haram. Os títulos que marcam a actualidade de África
Vídeo

Vídeo Cadija Mané - Participante Yali

Cadija Mané - Participante Yali. Veio da Guiné-Bissau, onde trabalha como coordenadora da Casa dos Direitos. Regressa para a Guiné com mais determinação e força de vontade para mudar as coisas
Vídeo

Vídeo Vilma Nhambi - Participante Yali

Vilma Nhambi - Participante Yali. Veio de Moçambique e tem um projecto com mulheres e adolescentes nas zonas rurais.
Vídeo

Vídeo Selma Neves - Participante Yali

Selma Neves - Participante Yali, veio de Cabo Verde. É Presidente da Incubadora, uma cooperativa de empoderamento de mulheres e fica por mais dois meses para um estágio em Nova Iorque
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 29 Julho 2014

Os principais assuntos que fazem a actualidade dos Estados Unidos da América, com Bruna Ladeira
Vídeo

Vídeo Majo Joseph - Participante Yali

Majo Joseph - Participante Yali veio de Moçambique e a sua área de acção é a sociedade civil e seu empoderamento
Vídeo

Vídeo Akiules Neto - Participante Yali

Akiules Neto - Participante Yali. Veio de Angola e a sua vida são os números
Mais Vídeos