sexta-feira, 28 novembro, 2014. 20:24 UTC

Notícias / Estados Unidos

Republicanos estendem o prazo de fixação do limite da dívida pública

A medida adia até Maio o braço de ferro com os Democratas que a consideram de uma táctica que pode comprometer a performance económica dos últimos meses

John Boehner (ao centro), líder da maioria Republicana na Câmara dos Representantes do Congresso norte-americano
John Boehner (ao centro), líder da maioria Republicana na Câmara dos Representantes do Congresso norte-americano

Multimédia

Áudio
  • Republicanos alargam prazo para fixar o limite da dívida

Redacção VOA
A Câmara dos Representantes aprovou uma proposta de lei Republicana que prevê a suspensão do limite legal dos empréstimos pelo governo até meados de Maio. Se esta lei for aprovada pelo Senado e promulgada pelo presidente, ela poderá adiar temporariamente a maior disputa em torno do orçamento e cortes de despesas do governo federal entre o presidente Barack Obama e o Congresso.
  
Numa acção que surpreendeu a todos, e que surge poucos dias depois do início do segundo mandato do presidente Barack Obama, a Câmara dos Representantes de maioria Republicana abandonou a sua exigência que previa menos um dólar de despesas por cada dólar resultante do aumento do tecto ou seja do plafond da dívida, isso como forma de limitar a excessiva dívida pública americana. Os congressistas republicanos acabaram por introduzir uma proposta de lei que poderá alargar o prazo que impõe o limite da dívida até 19 de Maio. A proposta foi aprovada com 288 votos a favor e 185 contra.

O presidente da Câmara dos Representantes, John Boehner disse que chegou a hora para a Casa Branca e o Senado controlado pelo Democratas apresentarem um orçamento que traga soluções a crescente dívida nacional.

“É tempo para o Congresso assumir com seriedade esse problema, e este é o primeiro passo no conjunto dos esforços que visam trazer a responsabilidade fiscal a Washington. É realmente simples: sem orçamento não há pagamentos.”

A Câmara dos Representantes anexou um pedido temporário de limite do plafond da dívida, especificando que ambas as câmaras do Congresso devem adoptar um orçamento a 15 de Abril como está previsto pela lei, ou terão os seus pagamentos suspensos até o inicio de um novo Congresso em 2015.

Alguns Democratas consideram esta acção de uma “manobra” política e outros ainda disseram tratar-se de uma medida inconstitucional. Os democratas queixam-se que a extensão do limite do plafond da dívida por um período de menos de 4 meses não vai em nada reforçar a confiança necessária a recuperação económica.
Sander Levin é um dos representantes democratas.

“Esta proposta de lei republicana não é uma mudança de política, é uma mudança de táctica. A Câmara dos Representantes de maioria republicana continua a brincar com o fogo da economia. Eles estão a fazer um jogo político com o plafond da dívida, e isso mina a convicção que se tem actualmente.”

A líder da minoria democrata, Nancy Pelosi apelou na ocasião aos democratas para votarem contra o texto.

Do outro lado do Congresso, ou seja, no Senado o líder dos democratas Harry Reid disse que planeia apresentar um orçamento ao Senado o mais cedo possível, e acrescentou que a extensão por curto tempo do plafond da dívida é plausível em vez de um braço de ferro com o Republicanos.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sexta-feira 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Perseguição aos vendedores de ruai
X
28.11.2014 20:08
O Conselho municipal de Nairobi, no Quénia, foi acusado de brutalidade na forma como trata os vendedores de rua no distrito central de negócios – por forma a impedir que eles vendam ilegalmente a sua mercadoria nas ruas.
Vídeo

Vídeo Perseguição aos vendedores de rua

O Conselho municipal de Nairobi, no Quénia, foi acusado de brutalidade na forma como trata os vendedores de rua no distrito central de negócios – por forma a impedir que eles vendam ilegalmente a sua mercadoria nas ruas.
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 28 Novembro 2014

A actualidade africana em apenas 60 segundos
Vídeo

Vídeo Branca de Neve e os 7 Anões em Luanda

Estúdio de Actores de Mel Gamboa apresenta Branca de Neve e os 7 Anões em Luanda, no Elinga Teatro.
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 27 Novembro 2014

A actualidade noticiosa do continente africano
Vídeo

Vídeo Bobby Smith o benfeitor

No dia de Acção de Graças nos Estados Unidos, agradece-se as bênçãos recebidas ao longo do ano. Bobby Smith, imigrante nos EUA, vindo da Serra Leoa, criou uma pequena organização de voluntários Hope for Lives in Sierra Leone, para ajudar os desfavorecidos na sua terra Natal
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 26 Novembro 2014

As imagens das noticias de Africa
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 25 Novembro 2014

A actualidade americana num minuto!
Vídeo

Vídeo A Voz da América nas manifestações em Ferguson

O polícia que matou Michael Brown não será acusado.
Vídeo

Vídeo Protestos violentos causam caos em Ferguson, Estados Unidos

Uma decisão de um Grande Júri no Misssouri de não indiciar o policia branco Darren Wilson pela morte a tiro do jovem africano-americano Michael Brown resultou em mais violência e destruição em Ferguson. Isto apesar dos apelos a manifestações pacíficas por parte dos lideres comunitário
Mais Vídeos