sexta-feira, 29 maio, 2015. 04:09 UTC

Notícias / África

Tribunal de Contas quer rever a lei de licitação em São Tomé e Príncipe

O Tribunal exige maior intervenção nos assuntos do Estado

Óscar Medeiros
A actual lei de licitação introduzida em 2009 pelo então governo de Joaquim Rafael Branco, impede ao Tribunal de Contas de São Tomé e Príncipe de fiscalizar previamente os principais contratos celebrados pelo Estado São-tomense, nomeadamente, empreitadas de Obras Publicas, prestação de serviços e fornecimento de bens.


O presidente do Tribunal de Contas considera que a alteração introduzida há quatro anos tem lesado o funcionamento da instituição que desde da altura deixou de arrecadar receitas próprias com a fiscalização prévia de contratos.

Perante a situação José António Monte Cristo quer o apoio do novo governo para rever a lei de licitação bem como todo o quadro legal do Tribunal de Contas que data de Agosto de 1999.

Tendo em conta o seu papel de fiscalização, o Tribunal exige maior intervenção nos assuntos do Estado. Actualmente as funções do Tribunal de Contas de São Tomé e Príncipe limitam-se essencialmente a fiscalização prévia de provimento do pessoal da função pública.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sexta-feira 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Mundo 28 Maio 2015i
X
28.05.2015 20:12
Mais Vídeos