sábado, 25 abril, 2015. 14:26 UTC

Notícias / Mundo

Mandela recebe alta do hospital mas será seguido em casa

Antigo presidente sul-africano esteve interanado 18 dias para ser tratado de infecção pulmonar e cálculos biliares

Antigo presidente sul-africano Nelson Mandela durante a celebração do seu aniversário em Qunu, Africa do Sul, a 18 de Julho de 2012 (Foto de arquivo)
Antigo presidente sul-africano Nelson Mandela durante a celebração do seu aniversário em Qunu, Africa do Sul, a 18 de Julho de 2012 (Foto de arquivo)

Multimédia

Áudio
Redacção VOA
Responsáveis sul-africanos disseram que o antigo presidente Nelson Mandela recebeu alta do hospital e vai recuperar-se em sua casa em Joanesburgo.

O líder anti-apartheid de 94 anos esteve internado durante 18 dias com infecção pulmonar e cálculos biliares.
 
Um porta-voz para a presidência sul-africana disse que o mais longo internamento hospitalar de Mandela terminou ontem a noite.O porta-voz Mac Maharaj disse hoje que os médicos sentiram-se obrigados a manter Mandela internado durante 18 dias antes da alta e recuperação na sua casa no subúrbio de Joanesburgo.

O antigo presidente sul-africano foi admitido no Hospital de Pretória a 8 de Dezembro e na ocasião os responsáveis disseram tratar-se de exames de rotina. Mais tarde Mandela viria a ser diagnosticado com infecção pulmonar.
Dias mais tarde o porta-voz da presidência dizia ainda que Mandela foi também operado a cálculos biliares.

“Os médicos, tal como dissemos no início, estavam a seguir a sua evolução, e precisaram apurar mais sobre a sua condição antes de declararem a alta. Ontem ele chegou a um nível que os médicos decidiram como apropriado que ele fosse a casa. E ele regressou a sua residência de Houghton onde vai estar sob cuidados médicos até a sua completa recuperação.”

Foi a segunda hospitalização de Mandela este ano.
Em Fevereiro passado o antigo presidente foi internado por causa de um longo mal-estar estomacal. Em 1988 ele tinha sido diagnosticado com tuberculose durante a sua prisão de 27 anos por causa da luta contra o apartheid.

Mac Maharaj disse que a saída do hospital Mandela estava de bom aspecto, e que deverá receber um tratamento especial – ou seja que será constantemente observado pelo pessoal médico.Por causa desse tratamento especial, Maharaj disse que os médicos decidiram que Mandela permanecesse na área de Joanesburgo em vez de envia-lo a sua residência rural de Qunu na Provincial do Cabo Oriental.

Qunu é a vila onde o antigo presidente sul-africano se considera em casa, e onde ultimamente tem passado a maior parte do seu tempo. É também o local onde muitos membros da sua família são enterrados.

Maharaj disse que não podia precisar quando é que Mandela irá regressar a Qunu.
Nelson Mandela foi o primeiro presidente negro da África do Sul em 1994, após o fim da sua prisão. Ele foi galardoado com Prémio Nobel da Paz em 1983 pela sua acção na luta conta o fim de sistema racista apartheid.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sexta-feira 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Passadeira Vermelha: Star Wars, Oprah Winfrey e filha de Whitney Houston acendem os holofotes!i
X
24.04.2015 16:24
O episódio 12 da #PassadeiraVermelha da VOA traz novidades da Oprah Winfrey, uns miminhos do Star Wars, daqueles bem bons e vamos ver quem rebentou o record de vendas de bilheteira de cinema das últimas semanas!
Vídeo

Vídeo Passadeira Vermelha: Star Wars, Oprah Winfrey e filha de Whitney Houston acendem os holofotes!

O episódio 12 da #PassadeiraVermelha da VOA traz novidades da Oprah Winfrey, uns miminhos do Star Wars, daqueles bem bons e vamos ver quem rebentou o record de vendas de bilheteira de cinema das últimas semanas!
Vídeo

Vídeo O Auxílio à morte nos Estados Unidos

Nos 18 anos da lei "Morte com Dignidade" no Oregon, cerca de 750 pessoas terminaram suas vidas com drogas letais. O medicamento também pode ser prescrito no Estado de Washington, Novo México, Vermont e Montana. Uma paciente terminal abriu o debate a outros estados
Vídeo

Vídeo Xenofobia na África do Sul

Na semana passada, a África do Sul foi tomada por ataques contra estrangeiros que moram no país. Alguns dizem que os ataques são culpa do legado do colonialismo, outros dizem que são problemas económicos da nação. Independentemente da causa, sul-africanos rezam pelo fim da violência.
Mais Vídeos