terça-feira, 31 março, 2015. 00:14 UTC

Notícias / África

Mulher violada e condenada a prisão na Somália

Juíz acusou a vítima assim como o jornalista que a entrevistou de falta de prova e de atentarem contra a honra do estado

Gabe Joselow
Um tribunal Somali sentenciou uma mulher que se queixava ter sido violado por soldados governamentais, a um ano de prisão, alegando que a mesma inventou a história.

Um jornalista que entrevistou a suposta vítima foi igualmente sentenciado a um ano prisão.
 
O juíz Ahmed Adan Fareh leu o veredicto da sentença contra a jovem de 27 anos que queixou ter sido violada meses atrás, quando vivia num campo de deslocados internos.
Lul Ali Osman foi sentenciada a um ano de prisão, depois do juíz ter dito que ela não foi capaz de apresentar nenhuma prova de que tinha sido violada. O juiz disse ainda que ela deve começar a cumprir a pena dentro de anos, quando deixar de aleitar a sua criança que acaba de nascer.

Um jornalista, Abdiaziz Abdinur que alegadamente entrevistou a condenada foi igualmente sentenciado a um ano de prisão. Ambos foram acusados de terem forjado a história na tentativa de obterem dinheiro, e foram condenados por insulto a honra do país.

Três outras pessoas envolvidas neste caso, entre elas o marido da vítima, foram dispensados. O Director da Human Rights Watch para África, Daneil Bekele disse num comunicado que a decisão do tribunal envia um sinal desencorajador as vítimas de violências sexuais na Somália. Ele acrescentou ainda que esse caso foi promovido sem fundamentos de acusação e devia ter sido abandonado.

Tom Rhodes, do Comité de Protecção de Jornalistas, disse ter ficado horrorizado com o veredicto.

“Ele envia uma má mensagem a imprensa da Somália e os nossos colegas estão muito preocupados. Basicamente chegou ao ponto em que uma entrevista com qualquer pessoa sobre um caso crítico, pode conduzir a cadeia.”

Rhodes adiantou que nunca pareceu haver provas de que o jornalista Abdinur tinha publicado alguma história acerca da alegada violação sexual da vítima ou que tinha alguma vez entrevistado a mesma.

O primeiro-ministro Abdi Farah Shirdon disse que uma comissão de direitos humanos, criada na Terça-feira irá investigar os abusos dos direitos humanos, em particular os crimes contra as mulheres e jornalistas.

Sem se referir directamente ao actual e controverso caso da justiça, o governante somali assegurou que a dita comissão deverá investigar os casos em curso em Mogadíscio para ter a certeza se foram respeitados os procedimentos.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sexta-feira 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes do Mundo, 30 de Março de 2015i
|| 0:00:00
...  
🔇
X
30.03.2015 17:37
Vídeo

Vídeo Taverna medieval revive lutas entre cavaleiros

As artes marciais europeias não são muito praticadas ou conhecidas pela maioria das pessoas, mas uma taverna em Washington quer mudar essa situação. Combinando artes visuais, marciais e culinárias, a taverna traz a história medieval de volta à vida.
Vídeo

Vídeo Passadeira Vermelha: Vin Diesel, Kerry Washington e Elton John no boicote sem boicote!

O episódio 8 da #PassadeiraVermelha da Voz da América está cada vez mais "quente"! Sabe quem é Darius Rucker? Vai querer ouvir a música dele e nós temos! O top 3 da música americana tem Bruno Mars que não tira o pé por nada, Ed Sheeran também firme e forte e uma nova entrada... é Darius!
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 27 Fevereiro 2015

As imagens noticiosas de Africa
Vídeo

Vídeo Eleições na Nigéria - a 28 de Março 2015 decide-se!

A população da Nigéria vota nas eleições pesidenciais e parlamentares mais disputadas desde 1999. GoodLuck Johnatan enfrenta 13 candidatos na sua tentativa de reeleição. Seu principal adversário é Muhammadu Buhari, do Congresso de Todos Progressistas.
Mais Vídeos