segunda-feira, 26 janeiro, 2015. 10:23 UTC

Notícias

Rafael Marques faz queixa-crime contra nove generais angolanos

São nove conhecidos e influentes generais e são citados na qualidade de proprietários de duas sociedades, nomeadamente a Lumanhe e a Teleservice

Rafael Marques no edifício da Procuradoria Geral da República, depois de ter apresentado a queixa-crime
Rafael Marques no edifício da Procuradoria Geral da República, depois de ter apresentado a queixa-crime
Alexandre Neto

Generais e corrupção

A Procuradoria Geral da República de Angola recebeu hoje um requerimento, para procedimento criminal e inquérito,  da autoria do jornalista e investigador Rafael Marques. Na queixa-crime, são citados os nome de nove generais angolanos.

Rafael Marques foi hoje recebido na área de Expediente do Gabinete do Procurador da República.
O documento queixa a que a Voz da América teve acesso, identifica quatro grupos de pessoas, incluindo as respectivas sociedades que funcionam nas Lundas.

Rafael Marques fazendo declarações à VOA (14 Nov 2011)
Rafael Marques fazendo declarações à VOA (14 Nov 2011)
São nove  conhecidos e influentes generais e são citados na qualidade de  proprietários de  duas  sociedades, nomeadamente a  Lumanhe e a Teleservice, uma  dedicada a extracção mineira e outra a prestação de serviços de segurança ás empresas de exploração.

Como sócios destacam-se os nomes de Hélder Vieira Dias Júnior “Kopelipa”,ministro de Estado e chefe da Casa Militar do presidente da República; Carlos Hendrick Vaal da Silva, Inspector-Geral do Estado Maior das FAA; Armando da Cruz Neto,actual governador de Benguela;Adriano McKenzie,da Direcção de Preparação de Tropas e Ensino das FAA.A lista dos visados inclui também nomes de  generais reservistas como João de Matos,antigo chefe do Estado Maior; Luís Faceira e António Faceira.

Os  gestores da ITM-Mining Ltd, empresa com sede nas Bermudas e escritório em Angola constam igualmente da lista. Com outro pessoal civil perfaz um total de 16 pessoas,incluindo os generais.

Os nomes do general França-Ndalu (actual deputado à Assembleia Nacional e representante da De Beers em Angola) é citado na qualidade de sócio da TeleService.É, sobretudo, a esta última empresa, a quem são imputados os assassinatos e mutilações que ocorrem ainda nos dias de hoje.

A queixa  formalizada junto da Procuradoria é fundamentada com base nos  relatórios que fez publicar o activista e jornalista Rafael Marques que também entregou como anexos.

Citam-se violações dos direitos humanos,"a empresa privada de segurança TeleService,contratada pela sociedade mineira de Catoca, para protecção da área de concessão, tem sido a executora de tais actos”, estivemos a parafrasear.

Diz um dos trechos da publicação que desde o penúltimo relatório publicado, que a polícia nacional presta maior atenção no respeito pelos direitos fundamentais,abstendo-se do envolvimento nas práticas criminosas.

Pelo menos 100 relatos estão devidamente documentados.Dez nomes de residentes locais entre familiares e  testemunhas oculares foram arrolados  no documento-queixa que, a esta hora, está nas mãos do Procurador João Maria.

Apesar de saber que lida com pessoas poderosíssimas, o activista Rafael Marques parece ter convicções bem fundadas. Marques é autor de quatro relatórios. O mais recente dos quais - “Diamantes de Sangue: Tortura e Corrupção” - circula discretamente,todos eles descrevendo a condição dum território numa região rica em diamantes, transformada em propriedade privada dos  generais e políticos influentes em Angola, e sob cobertura institucional, os assassinatos e mutilações dos povos locais estão tendo lugar.

O autor do relatório não tem dúvidas:"Se a Procuradoria não se mexer desta vez, avançará mesmo para as instâncias internacionais".
Escute na totalidade a entrevista com Rafael Marques.Basta clicar no símbolo no topo desta página.

O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sexta-feira 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Prisioneiros do Quenia Batalha pela reintegraçãoi
|| 0:00:00
...  
🔇
X
23.01.2015 20:54
Depois de ter estado na prisao é difícil encontrar trabalho e ser aceite na cidade. Um grupo de ex-presos em Nairobi querem provar que ha vida depois do crime. (Janeiro 2015)
Vídeo

Vídeo Prisioneiros do Quenia Batalha pela reintegração

Depois de ter estado na prisao é difícil encontrar trabalho e ser aceite na cidade. Um grupo de ex-presos em Nairobi querem provar que ha vida depois do crime. (Janeiro 2015)
Vídeo

Vídeo Vacinas para o Ebola

A pior crise do Ebola na historia do mundo entrou no segundo ano. Os cientistas estao a desenvolver uma vacina contra este virus mortal. (Janeiro 2015)
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 23 Janeiro 2015

As imagens das noticias de Africa
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 22 Janeiro 2015

As imagens das noticias africanas
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 21 Janeiro 2015

Imagens noticiosas afrcianas
Vídeo

Vídeo American Sniper: A história de um atirador americano que matou mais de 160 pessoas

Nomeado para o Oscar de Melhor Drama, o filme de Clint Eastwood baseia-se na história real de Chris Kyle, um oficial da Marinha americana que serviu no Iraque por quatro vezes como atirador profissional. O filme explora o efeito da guerra na psique humana
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 20 Janeiro 2015

As imagens noticiosas de Africa
Mais Vídeos