sexta-feira, 31 outubro, 2014. 23:36 UTC

Notícias / África

Nigéria: Debate da nova de lei dos petróleos marca a reabertura do parlamento

Parlamentares nigerianos regressam a plenária na próxima semana num acto muito aguardado por todo o país que espera ver aprovada a nova proposta-lei dos petróleos

Membros do Sindicato do Comércio protestando contra a pobreza e a alto custo de vida na Nigéria (Arquivo)
Membros do Sindicato do Comércio protestando contra a pobreza e a alto custo de vida na Nigéria (Arquivo)

Multimédia

Áudio
Heather Murdock
Numa altura que o parlamento nigeriano está prestes a retormar os trabalhos na próxima semana, a população está ansiosa pelos debates que muitos até consideram de uma das mais importantes leis da história do país. Se a lei sobre a indústria petrolífera vier a ser aprovada, ela poderá ajudar a Nigéria a usa a riqueza do petróleo para tirar muitas pessoas da pobreza extrema.

O músico Victor Iteimowei Ugele – também conhecido por “Jeffy J” – canta acerca das riquezas de África. Ele diz-se orgulhosos do seu país e da sua riqueza.

“Nigéria tem virtualmente tudo que a terra tem em termos de recursos naturais. Nigéria tem petróleo. Nigéria de gas, que arde em todas as partes. Nigéria é rica em agricultura. Ferro. Óleo de palma...

Essa riqueza é no entanto uma fonte de amargura, reconhece Jeff J.

“Nigéria é uma rica nação mas as pessoas são pobres, se quiseres entender o que digo. Dez por cento da população controlo 90 por cento dos recursos.”

Ricos de petróleo vivendo ao lado dos pobres, tem sido este o status quo na Nigéria há várias décadas. Mas os legisladores estão para dar inicio ao debate de proposta de lei, que se aprovada poderá fazer com que o petróleo venha a ser uma fonte de bem-estar do que de revoltas e destruições ambientais.

A lei prevê o reforço dos investimentos, com a maximização da exploração e das receitas, protecção do meio ambiente e tornar a indústria petrólifera - conhecida como corrupta, ineficiente e com mutis segredos – mais transparente e sujeita a prestação de contas.

O economista Wale Oluwo diz que a lei vai colocar mais dinheiro nos bolsos da classe média nigeriana e tornar a companhia nacional de petróleo mais eficiente e competitiva.

“Muitos nigerianos podem a partir de agora participar nessa indústria petrolífera, em benefício do desenvolvimento da economia. Porque se os nigerianos ganharem mais dinheiro vão gasta-lo aqui na Nigéria. Mas se for o caso de multinacionais, elas levam muito desse dinheiro para o estrangeiro. E assim o capital voa.”

É difícil encontrar alguém na Nigéria que esteja contra essa proposta de lei. Muitos até afirmam que qualquer coisa será melhor que o actual caos. Contudo alguns analistas dizem que para que esse projecto-lei tenha sucesso, ele terá que ser seriamente alterado antes de sua aprovação.

Jibrin Ibrahim, director do Centro para Democracia e Desenvolvimento em Abuja, diz que o principal problema com a lei é o facto de atribuir poderes especiais a um único ministro, o que poderá acentuar ainda mais a corrupção nesse sector insdustrial.

“A Assembleia Nacional devia rever cuidadosamente a proposta de lei e assegurar que demasiados poderes não sejam dados ao ministro dos petróleos, porque o maior problema tem sido a excessiva concentração de poderes nas  mãos do ministro dos petróleos.”

A nova proposta de lei atribui ao ministro de tututela o controlo completo de todas as agencias petrolíferas incluindo as de regulaçã, e prevê procedimentos judiciais e tempos de duração de penas de prisão para aqueles que obstruír ou interferir as ordenas do ministério.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Levando a vida no cemitério: Reportagem sobre pobreza persistente em Moçambiquei
X
31.10.2014 18:08
Com as suas ricas reservas de gás natural por explorar, Moçambique poderá tornar-se num dos maiores abastecedores de energia – facto central nas recentes eleições nacionais. Mas nem todos usufruem das riquezas acumuladas. Há uma pobreza persistente, veja como alguns residentes de Maputo sobrevivem
Vídeo

Vídeo Levando a vida no cemitério: Reportagem sobre pobreza persistente em Moçambique

Com as suas ricas reservas de gás natural por explorar, Moçambique poderá tornar-se num dos maiores abastecedores de energia – facto central nas recentes eleições nacionais. Mas nem todos usufruem das riquezas acumuladas. Há uma pobreza persistente, veja como alguns residentes de Maputo sobrevivem
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 31 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 30 Outubro 2014

As principais notícias que marcam a última semana do mês de Outubro, nos Estados Unidos
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 30 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 29 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 28 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 24 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Levados pelo Boko Haram

O mundo espera para ver se a Nigéria consegue negociar a libertação das 219 raparigas da escola de Chibok, raptadas pelo grupo islâmico Boko Haram em Abril. Activistas dizem que o Boko Haram já raptou centenas de jovens rapazes, mulheres e crianças, desde 2009.
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 23 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Mãe Trabalhadora - trailler do filme

O filme explora a dupla responsabilidade das mulheres moçambicanas, como mães e trabalhadoras. Gentilmente cedido pelo Organização Internacional do Trabalho
Mais Vídeos