sábado, 01 novembro, 2014. 03:51 UTC

Moçambique

Quadra festiva foi mortífera em Moçambique

Pelo menos três dezenas de pessoas morreram em todo o país em acidentes vários.

Posto fronteiriço de Ressano Garcia
Posto fronteiriço de Ressano Garcia
Simião Pongoane
Em Moçambique, até agora, pelo menos três dezenas de pessoas morreram em todo o país, nas estradas e por intoxicação alimentar e alcoólica, desde o início da quadra festiva.

As autoridades sanitárias e policiais dizem que as festas foram marcadas por muitos acidentes de viação, agressões físicas e mau uso de objectos pirotécnicos.

Na cidade de Maputo, pelo menos 18 jovens perderam dedos das mãos por mau uso de objectos pirotécnicos, mais conhecidos por paixões.


Segundo o porta-voz do Hospital Central de Maputo, Raul Cossa, a maior unidade sanitária do país recebeu mais de mil pacientes desde o início da quadra festiva do Natal e do final do ano, sendo que a maior parte apresentava traumas provocados por acidentes de viação, agressões físicas e mau manuseamento de objectos pirotécnicos.

São números provisórios que indicam que os moçambicanos enveredaram por excesso de emoções que em muitos casos culminaram com pancadarias e condução em estado de embriaguez.

Na província de Sofala, a polícia de trânsito apreendeu mais de cem cartas de condução, porque os seus portadores acusaram álcool acima do normal.
No entanto, a polícia tem estado a apelar para maior prudência na condução sem copos de álcool no volante. São apelos que por sinal caíram em ouvidos moucos.

Entretanto, os casos de acidentes de viação poderão subir, porque dezenas de moçambicanos e turistas estrangeiros estão de regresso à vizinha África do Sul.
Mais de cem mil pessoas entraram em Moçambique pela fronteira terrestre desde o inicio da quadra festiva para passarem as festas com seus familiares e amigos ou simplesmente nas belas praias moçambicanas.

Autoridades da Migração, Alfandegas e da Policia de Moçambique e da África do Sul estão a trabalhar a todo o vapor no posto fronteiriço de Ressano Garcia para facilitar a passagem dos viajantes.

O Director-Geral das Alfandegas de Moçambique, Domingos Tivane, apelou aos viajantes para usarem outros postos fronteiriços alternativos, como Goba e Namaacha, porque Ressano Garcia esta supercongestionado.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Galeria de fotos Em Moçambique ganha a abstenção - Veja os resultados por província

Os dados fornecidos pelo CIP revelam que dos perto de 11 mil eleitores, apenas quatro mil votaram em Moçambique


Galeria de fotos Moçambique – Eleições 2014 Dhlakama, Nyusi e Simango

Resultados provisórios Dhlakama e Nyusi votaram em Maputo. Daviz Simango votou na Beira


Galeria de fotos Galeria de fotos do ouvinte Eleições Moçambique

Fotos enviadas pelos ouvintes da VOA que nos acompanham pelo WhatsApp +1 908 652 4584



Manifesto Eleitoral do MDM

Manifesto Eleitoral da RENAMO

Manifesto Eleitoral da FRELIMO