quinta-feira, 24 abril, 2014. 17:25 UTC

Notícias / Estados Unidos

África não espera muito do próximo presidente dos Estados Unidos - analista moçambicano

Expectativas africanas sobre presidência de Barack Obama não corresponderam á realidade

Calton CadeadoCalton Cadeado
x
Calton Cadeado
Calton Cadeado
Tamanho das letras - +
João Santa Rita
— África não tem grandes expectativas de que algo poderá mudar na política externa americana qualquer que seja o resultado das eleições, disse Calton Cadeado do Instituto Superior de Relações Internacionais de Moçambique.




Numa entrevista á Voz da América Cadeado disse que aquando da eleição de Barack Obama há quatro anos atrás “todos” tinha criado a expectativa que “a América seria mais atenta aos assuntos africanos e que África iria ter um certo protagonismo na agenda política internacional”.

“Muito cedo África percebeu-se que isso não era verdade,” disse o analista moçambicano para quem os africanos “esperam a continuação da política externa americana longe de África”.

A política externa americana “não toca África neste momento” disse cadeado fazendo notar outras prioridades externas como o Médio oriente.

Mas mais do que isso, disse el, há a questão da política interna.

“Quem quer que seja o presidente eleito ele vai ser escolhido pelo eleitorado doméstico e não pelo estrangeiros e África não pesa muito na agenda política americana,” acrescentou.
O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: Pedro Pereira Lopes de: China, Pequim
07.11.2012 07:52
De facto o analista CC tem razão ao apontar a "marginalização" da África dos objectivos dos EUA. Durante a campanha, nem Obama nem Romney "tocaram" a África nas suas agendas ou debates, na verdade, nem para a Europa o novo presidente terá um papel "revelador". De outro lado, a China tornou-se a política económica doméstica dos EUA, e curiosamente, durante a campanha, a China foi apenas tratada como "fonte de negócio", emprego e outsourcing, não se falando entretanto de questões como direitos humanos ou autoritarismo. A Rússia será excepcionalmente o único país da Europa com o qual a nova administração "dialogará"... Enfim, a África nada ganhará com mais um mandato de Obama, mesmo que actualmente o continente negro seja parte da "política económica doméstica" da China, com a qual os EUA tem relações...

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 24 de Abrili
|| 0:00:00
...
 
🔇
X
24.04.2014 15:25
Mais Vídeos