quinta-feira, 30 outubro, 2014. 15:07 UTC

Moçambique

Polícia moçambicana nervosa com aumentos dos transportes

Tendo em mente as manifestações geradas pelos últimos aumentos de preços a polícia quer evitar surpresas.

Blindado da policia de Moçambique
Blindado da policia de Moçambique
William Mapote
Em Moçambique, a polícia encontra-se em estado de prontidão máxima devido a receios de distúrbios com a entrada em vigor das novas tarifas dos transportes públicos na quinta-feira nas cidades de Maputo e da Matola.

Tendo em mente as manifestações geradas pelos últimos aumentos de preços a polícia quer evitar surpresas e diz estar a preparar-se para reprimir qualquer tentativa de desordem.

"O desejável é que não haja distúrbios, em todo o caso, a polícia municipal e a polícia da república estão em prontidão para que em caso de tumultos respondam com as medidas adequadas", disse António Espada o porta-voz da força municipal.



As novas tarifas foram aprovadas no início da última semana de Outubro com um prazo mínimo de cinco dias para a sua entrada em vigor.

Depois de muito suspense, que para alguns sectores era motivada por receios de manifestações, as autoridades municipais acabaram anunciando o dia 15 de Novembro, como a data para a entrada em vigor da tarifa.

Sem certeza do que será a reacção popular no dia da entrada em vigor da nova tarifa  tudo o que existe são receios e apelos à calma e que os utentes aceitem a medida de forma normal.

Lucas Nhaca o vereador do sector de transportes do município da Matola lançou entretanto um apelo: "Apelamos ao público para que aceite as decisões tomadas com todo o civismo necessário”.
O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: Euclides Cumbe de: Maputo
14.11.2012 06:27
Mais do que isso, as autoridades deviam preocupar-se com o cumprimento das rotas por parte dos transportadores. O problema do povo nâo está em grande medida na nova tarifa, mas sim com a indisciplina cometida pelos transportadores. Será que a policia vai ter controlo dos transportadores se a resposta deles é sim como sempre o dizem, porque só agora terâo essa capacidade? e antes porque nâo conseguiam controlar ou pôr ordem aos transportadores?

Galeria de fotos Em Moçambique ganha a abstenção - Veja os resultados por província

Os dados fornecidos pelo CIP revelam que dos perto de 11 mil eleitores, apenas quatro mil votaram em Moçambique


Galeria de fotos Moçambique – Eleições 2014 Dhlakama, Nyusi e Simango

Resultados provisórios Dhlakama e Nyusi votaram em Maputo. Daviz Simango votou na Beira


Galeria de fotos Galeria de fotos do ouvinte Eleições Moçambique

Fotos enviadas pelos ouvintes da VOA que nos acompanham pelo WhatsApp +1 908 652 4584



Manifesto Eleitoral do MDM

Manifesto Eleitoral da RENAMO

Manifesto Eleitoral da FRELIMO