sexta-feira, 01 agosto, 2014. 01:42 UTC

Notícias / Moçambique

Moçambique: Falta de gasolina paralisa Nampula

A situação está a ser provocada pela demora na chegada de um petroleiro ao porto de Nacala.

 Rua de Nampula, Moçambique
Rua de Nampula, Moçambique
Faizal Ibramugy
A província moçambicana de Nampula está a ser afectada pela escassez no fornecimento de combustíveis principalmente da gasolina.

Em todas as bombas de venda a retalho daquele produto petrolífero, podem ler-se cartazes, com letras bem visíveis:  “ Gasolina Esgotada”.


Segundo soube a VOA, o facto tem a ver com a escassez daquele produto ao nível das bombas centrais das duas empresas fornecedoras de combustíveis na região, nomeadamente a BP e a Petromoc em Nacala-Porto.

O porta-voz da direcção provincial dos recursos minerais e energia de Nampula, Fila Lázaro, falando em exclusivo à VOA, disse que esta situação está a ser provocada pela demora da chegada do petroleiro ao porto de Nacala, o que obriga a que o fornecimento do produto seja feito pura e exclusivamente pela Petromoc através do porto da Beira.

Contudo, a fonte garantiu-nos que a embarcação só deverá chegar a Nacala neste final de semana.

Porém a fonte diz que o que se vive em Nampula “não é necessariamente escassez” justificando que “a falta daquele produto petrolífero nas gasolineiras deve-se à maior procura”, isto devido às festividades do fim-de-ano.

Enquanto o problema continuar, na província Nampula a aquisição da gasolina só é possível no mercado paralelo, a preços que variam entre 100 a 150 meticais o litro, contra os 46 meticais das gasolineiras.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Ivan Collinson - Participante Yalii
X
31.07.2014 20:06
Ivan Collinson - Participante Yali. Veio de Moçambique e é director adjunto do registo académico da Universidade Eduardo Mondlane. Ivan sente-se mais africano depois de participar na Iniciativa Jovens Líderes Africanos nos EUA
Vídeo

Vídeo Ivan Collinson - Participante Yali

Ivan Collinson - Participante Yali. Veio de Moçambique e é director adjunto do registo académico da Universidade Eduardo Mondlane. Ivan sente-se mais africano depois de participar na Iniciativa Jovens Líderes Africanos nos EUA
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 31 Julho 2014

Câmara dos Representantes indicia processo contra Presidente Barack Obama
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 31Julho 2014

Da propagação do vírus do ébola, aos ataques do Boko Haram. Os títulos que marcam a actualidade de África
Vídeo

Vídeo Cadija Mané - Participante Yali

Cadija Mané - Participante Yali. Veio da Guiné-Bissau, onde trabalha como coordenadora da Casa dos Direitos. Regressa para a Guiné com mais determinação e força de vontade para mudar as coisas
Vídeo

Vídeo Vilma Nhambi - Participante Yali

Vilma Nhambi - Participante Yali. Veio de Moçambique e tem um projecto com mulheres e adolescentes nas zonas rurais.
Vídeo

Vídeo Selma Neves - Participante Yali

Selma Neves - Participante Yali, veio de Cabo Verde. É Presidente da Incubadora, uma cooperativa de empoderamento de mulheres e fica por mais dois meses para um estágio em Nova Iorque
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 29 Julho 2014

Os principais assuntos que fazem a actualidade dos Estados Unidos da América, com Bruna Ladeira
Vídeo

Vídeo Majo Joseph - Participante Yali

Majo Joseph - Participante Yali veio de Moçambique e a sua área de acção é a sociedade civil e seu empoderamento
Vídeo

Vídeo Akiules Neto - Participante Yali

Akiules Neto - Participante Yali. Veio de Angola e a sua vida são os números
Mais Vídeos