quinta-feira, 21 agosto, 2014. 00:21 UTC

Notícias / Moçambique

Moçambique: Banco Mundial apoia vitimas das cheias

O Banco Mundial anunciou um apoio de cerca de 80 milhões de dólares.

William Mapote
Responsáveis do Banco Mundial estiveram reunidos com o presidente moçambicano Armando Guebuza tendo sido anunciado o apoio a vários projectos incluindo ajuda para as vítimas das recentes cheias.




Depois do abrandamento das chuvas e normalização dos níveis hidrométricos do rio Limpopo, as autoridades moçambicanas e instituições humanitárias nacionais e internacionais estão agora com as atenções concentradas na assistência dos milhares de vítimas concentradas nos centros de abrigo temporário.

Só na província de Gaza, a mais afectada pelas cheias no país, cerca de 140 mil pessoas, entre mulheres, crianças e velhos vivem o drama de deslocados em 26 centros de acomodação criados.

Com o crescimento do número de pessoas nos centros de acomodação, também crescem a cada dia as necessidades, desde alimentos, vestuário, lonas e tendas para abrigo.

O governo continua a apelar à solidariedade interna e as respostas vêem de todos os lados.

O Banco Mundial, através do seu vice-presidente para África, Makhtar Diop, encontrou-se hoje com o Presidente da República, Armando Guebuza, e anunciou um apoio de cerca de 80 milhões.

Ainda hoje o Banco Mundial (BM) anunciou também um novo empréstimo no valor de 700 milhões para o apoio ao Orçamento Geral do Estado e outros projectos de interesse nacional, nos próximos dois anos.

“O governo poderia usar esses recursos para financiar diferentes tipos de actividades, nomeadamente, o Orçamento Geral do Estado, mas ao mesmo tempo investir no sector de infra-estruturas. O presidente mencionou que gostaria de receber apoio do Banco Mundial para a construção de estradas rurais e também investir no sector da agricultura para a diversificação da economia”, disse Diop aos jornalistas à saída da audiência com Guebuza.

Numa breve avaliação á situação do país, o Banco Mundial defendeu a necessidades de acelerar a redução da pobreza, a criação de emprego e reformas no sector da educação.

“A gente concordou que o desafio futuro é a criação do emprego e acelerar a redução da pobreza. Para fazer isso é importante que haja um maior desenvolvimento do sector da agricultura para aumentar a produção e a produtividade e criar mais emprego” salientou aquele alto responsável do Banco Mundial.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 20 Agosto 2014i
X
20.08.2014 18:26
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 19 Agosto 2014

E se uma aplicação lhe dissesse qual o seu valor como noiva? Pois já existe!
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 18 Agosto 2014

As notícias que marcam o início da penúltima semana de Agosto, no continente africano
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 15 Agosto 2014

As notícias de África em 60 segundos
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 14 Agosto 2014

Os assuntos que marcam a actualidade africana em apenas 60 segundos
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 13 Agosto 2014

As principais notícias que marcam a actualidade do continente africano
Vídeo

Vídeo "É preciso criar financiamento para mulheres no negócio informal", Lígia Fonseca

Entrevista nos estúdios da VOA com Lígia Fonseca, primeira-dama de Cabo Verde e advogada de profissão, que esteve em Washington, por ocasião da cimeira EUA/ África. Agosto 2014 ......
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 12 Agosto 2014

A actualidade africana em 60 segundos
Mais Vídeos