quinta-feira, 18 setembro, 2014. 23:45 UTC

Moçambique

As cheias em Moçambique já fizeram 36 mortos e perto de 68 mil deslocados

a ONU refere que a província de Gaza, no sul do país, é a mais afectada, com um total de 26 mortos

Cheias em Moçambique (Foto SAPO)
Cheias em Moçambique (Foto SAPO)
Redacção VOA
As cheias em Moçambique já fizeram 36 mortos e perto de 68 mil deslocados, segundo o último balanço das Nações Unidas, que estão a pedir aos doadores um reforço do financiamento.

Em comunicado hoje divulgado, a ONU refere que a província de Gaza, no sul do país, é a mais afectada, com um total de 26 mortos.

A ONU calcula em 15 milhões de dólares o total necessário para operações humanitárias nas zonas afectadas pelas inundações.

O número de vítimas mortais a nível nacional passou de 17, nos dez primeiros dias, para um total de 36.

Perto de 68 mil pessoas foram desalojadas e 84.658 foram afectadas pelas cheias, ainda segundo as contas da ONU.

As regiões centro e sul são até agora as mais afectadas pelas chuvas, estando o município de Chókwè (Gaza, sul) submerso desde quarta-feira devido às descargas de barragens na África do Sul, que fizeram transbordar os caudais dos rios Incomati e Limpopo.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Galeria de fotos Dos cartazes aos comícios, a campanha de norte a sul

Moçambique vai a votos dia 15 de Outubro


Galeria de fotos Campanha Eleitoral Moçambique - Partidos percorrem país

MDM, FRELIMO e RENAMO na corrida aos votos


Galeria de fotos Campanha eleitoral em Moçambique

Veja as imagens da campanha eleitoral da RENAMO, FRELIMO e MDM . Os moçambicanos vão votar no dia 15 de Outubro para escolher o presidente e membros do parlamento.

Manifesto Eleitoral do MDM

Manifesto Eleitoral da RENAMO

Manifesto Eleitoral da FRELIMO