domingo, 26 outubro, 2014. 09:29 UTC

Moçambique

Fronteira moçambicana de Ressano Garcia vai estar aberta 24 horas por dia

Para garantir que a quadra festiva que se aproxima, no que toca ao movimento fronteiriço, seja um sucesso

Fronteira de Ressano Garcia
Fronteira de Ressano Garcia
Francisco Júnior
O ano já está a chegar ao fim. E, quando chega esta altura, começa o corre-corre.

E, de todas as fronteiras nacionais, a de Ressano Garcia, que tem do outro lado a região de Komatiport, na província sul-africana de Mpumalanga, é que mais movimento regista.

Em dias normais, passam por aqui, em média, por mês, entre 180 e trezentas mil pessoas, nos dois sentidos.


Mas, em Dezembro, esse número sobe exponencialmente.

Em 2011, por exemplo, e só no último mês do ano, entraram e saíram de Moçambique, por esta via, mais de seiscentas e quarenta e cinco mil pessoas e pouco mais de 93 mil viaturas, mas, este ano, a previsão indica que passarão por Ressano Garcia, de 28 de Novembro a 16 de Janeiro, acima de um milhão e novecentas mil pessoas e 15 mil viaturas.

E, para garantir que todo o processo decorra sem sobressaltos, as autoridades já estão a preparar-se.

Oficiais das Alfândegas e de todas as outras forças militares e paramilitares que trabalham na fronteira têm estado no terreno, tendo já realizado encontros com a contraparte sul-africana para definir as melhores estratégias.

E, do Director-Geral das Alfândegas de Moçambique, Domingos Tivane, ficou-se a saber que é já a partir desta quarta-feira, dia 28 de Novembro, que a fronteira de Ressano Garcia passará a estar aberta 24 horas por dia, uma medida que irá vigorar até 16 de Fevereiro de 2013.

O atendimento em 4 pontos em simultâneo começará a ser feito a partir do dia 10 de Dezembro. E segundo o Director-Geral das Alfândegas, o mineiro moçambicano que trabalha na África do Sul, e que normalmente tem tido problemas quando regressa ao país, sobretudo com a Polícia de Trânsito, terá um tratamento especial.

Segundo Domingos Tivane, Director-Geral das Alfândegas de Moçambique, a operação que vai ser lançada esta quarta-feira em Boane, província de Maputo.

Operação que está a ser preparada pelas Alfândegas e outras forças de defesa e segurança moçambicanas para garantir que a quadra festiva que se aproxima, no que toca ao movimento fronteiriço, seja um sucesso.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Galeria de fotos Em Moçambique ganha a abstenção - Veja os resultados por província

Os dados fornecidos pelo CIP revelam que dos perto de 11 mil eleitores, apenas quatro mil votaram em Moçambique


Galeria de fotos Moçambique – Eleições 2014 Dhlakama, Nyusi e Simango

Resultados provisórios Dhlakama e Nyusi votaram em Maputo. Daviz Simango votou na Beira


Galeria de fotos Galeria de fotos do ouvinte Eleições Moçambique

Fotos enviadas pelos ouvintes da VOA que nos acompanham pelo WhatsApp +1 908 652 4584



Manifesto Eleitoral do MDM

Manifesto Eleitoral da RENAMO

Manifesto Eleitoral da FRELIMO