sexta-feira, 03 julho, 2015. 15:58 UTC

Notícias

Governo de Maputo "tomou nota" da expulsão dos jornalistas moçambicanos

O governo moçambicano diz não ter ainda elementos suficientes para tirar as conclusões do que efectivamente esteve por detrás do recambiamento dos dois jornalistas

MISA Moçambique e o Sindicatos dos Jornalistas tomaram posição
MISA Moçambique e o Sindicatos dos Jornalistas tomaram posição
William Mapote

Sem elementos suficientes

O vice-ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Henrique Banze, disse esta terça-feira que o governo já tomou nota do sucedido com os jornalistas Joana Macie e Nelo Cossa, impedidos de entrar em Luanda e posteriormente recambiados, por motivos ainda não claros.

Numa altura em que organizações que congregam a classe jornalística nacional mostra-se indignada e exige explicações, o governo moçambicano diz não ter ainda elementos suficientes para tirar as conclusões do que efectivamente esteve por detrás do recambiamento dos dois jornalistas, e promete um posicionamento, logo que os tenha.

Entretanto, o Secretariado Executivo do Sindicato Nacional de Jornalistas e a direcção da ala moçambicana do Instituto dos Midia Independente da Africa Austral, MISA-Moçambique, manifestaram hoje o seu repúdio e indignação, pelo sucedido.

Em dois comunicados separados, as duas organizações consideram as medidas tomadas um exagero e desnecessárias e atentam contra a dignidade dos jornalistas e do povo moçambicano, pelo que devem merecer os devidos esclarecimentos.

O MISA-Moçambique diz, nomeadamente, que "as autoridades angolanas agiram de forma intimidatória ao colocarem em causa a sua integridade física, colocando a polícia nacional, daquele país, para os escoltar até ao avião sob ameaça de uso de força aquando da exigência das bagagens e passaportes".

o MISA-Moçambique considera, ainda,"a decisão das autoridades alfandegárias de Angola, de recambiar os jornalistas Moçambicanos, um atentado contra a moral, postura e bom nome da classe jornalistica moçambicana e do povo moçambicano no geral".

A jornalista Joana Macie
A jornalista Joana Macie
Nelo Cossa e Joana Macie continuam sem saber do paradeiro das suas bagagens e prometem remeter amanhã, uma exposição de protesto junto à embaixada angolana em Maputo, que entretanto, continua em silêncio sobre o assunto.

O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sexta-feira 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Americanas 2 Julho 2015i
X
02.07.2015 19:40
Mais Vídeos