segunda-feira, 22 setembro, 2014. 08:12 UTC

Moçambique

Moçambique: Nova central na região de Ressano Garcia

A nova central vai contribuir para a disponibilidade de mais energia para a rede nacional

William Mapote
A Electricidade de Moçambique e a petroquímica sul-africana Sasol vão investir USD 250 milhões para construção de uma central eléctrica movida a gás, com capacidade para a produção de 175 MW de energia eléctrica, quantidade suficiente para abastecer cerca de 100 mil casas de forma contínua.


A nova central estará localizada na região de Ressano Garcia, último ponto de transição da conduta de transporte do gás para a vizinha África do Sul e estará pronta até ao final do primeiro trimestre de 2014 e terá como prioridade, abastecer a região sul do país, responsável por cerca de 60% do consumo nacional e que, actualmente, é abastecida pela linha de transmissão proveniente da vizinha África do Sul, ao contrário do que acontece com as restantes zonas do país.

“Com a nova central esperamos acompanhar o crescimento da demanda no sul do país e, sobretudo, reduzir os custos de importação da energia que, apesar de ser produzida na Hidroeléctrica de Cahora Bassa, chega a zona sul através das linhas provenientes da África do Sul”, disse nesta quinta-feira o Presidente do conselho de Administração da EDM, António Fernando, durante a cerimónia de lançamento da primeira pedra da nova central.

Segundo informações avançadas na ocasião, as províncias de Maputo, Gaza e Inhambane estão a registar um crescimento das necessidades de energia eléctrica que não poderá ser respondida pela actual linha de abastecimento, uma vez que está a atingir um limite da sua capacidade de transporte para o país.

O novo consórcio tem como estrutura accionista de 51% de participações para a EDM e 49% da Sasol, devendo dividir o investimento necessário na mesma proporção.

O Director Executivo da Sasol New Energy, Henry Loubster realçou que
permitir que mais quantidades de gás natural da quota nacional nos 183 mil Gigajoules produzidos anualmente em Temane, sejam consumidos no mercado nacional.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Galeria de fotos Dos cartazes aos comícios, a campanha de norte a sul

Moçambique vai a votos dia 15 de Outubro


Galeria de fotos Campanha Eleitoral Moçambique - Partidos percorrem país

MDM, FRELIMO e RENAMO na corrida aos votos


Galeria de fotos Campanha eleitoral em Moçambique

Veja as imagens da campanha eleitoral da RENAMO, FRELIMO e MDM . Os moçambicanos vão votar no dia 15 de Outubro para escolher o presidente e membros do parlamento.

Manifesto Eleitoral do MDM

Manifesto Eleitoral da RENAMO

Manifesto Eleitoral da FRELIMO