quinta-feira, 30 outubro, 2014. 18:54 UTC

Notícias / Mundo

Tropas guineenses vão ao Mali sob comando senegalês

Governo de transição diz tratar-se de uma decisão da cimeira de chefes de Estados e de governos da CEDEAO

Militares da Guiné-Bissau (Foto de arquivo)
Militares da Guiné-Bissau (Foto de arquivo)
Redacção VOA
O governo da Guiné-Bissau confirmou hoje a Voz da América que tropas guineenses vão tomar parte na anunciada intervenção militar da CEDEAO no norte do Mali.

A garantia é do ministro da presidência e porta-voz do governo, Fernando Vaz, actualmente em visita de trabalho a Dacar.

Vaz disse que Guiné-Bissau fará parte dessa força internacional com um contingente de cem homens e sob o comando de um General do Senegal.

O ministro guineense desvalorizou as preocupações em torno do embargo internacional imposto as forças armadas do seu país tendo afirmado que esta medida afecta apenas alguns altos oficiais e dirigentes das forças armadas guineenses.

"O meu país não está sob nenhum embargo militar internacional. O que acontece é que existem algumas sanções que pendem sobre os oficiais dirigentes das nossas forças armadas e não são todos."

O ministro da presidência e porta-voz do governo de transição adiantou que o contexto actual em que se insere o país dá o reconhecimento ao país de poder agir no quadro da CEDEAO, região pela qual a Guiné-Bissau tem um espaço de manobra de circulação total.

"Portanto essa questão não se coloca perante esta situação que a CEDEAO nos propõe, e é quem está a pilotar o processo de transição política na Guiné-Bissau."

Quando questionado se não era necessário um mandato da Assembleia Nacional para participação numa missão de paz no estrangeiro e se o partido maioritário o PAIGC não iria bloquear esta missão militar no parlamento, Fernando Vaz respondeu afirmando que esta não era uma medida do governo, mas sim dos chefes Estados da região.

"Foi a cimeira dos chefes de Estados da CEDEAO que deicidiu... Portanto esta questão não será discutida e nem levada ao parlamento e penso que não haverá nenhum problema. E quero lhe dizer que a conjuntura [política na Guiné-Bissau] hoje é completamente diferente. Nós tivemos pela pela primeira vez deputados do PAIGC presentes na abertura da legislatura do 2013. Dos 100 deputados 96 estavam presentes de forma que a conjuntura que me refere ela hoje já não existe."
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 30 Outubro 2014i
|| 0:00:00
...
 
🔇
X
30.10.2014 18:27
As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 30 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 29 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 28 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 24 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Levados pelo Boko Haram

O mundo espera para ver se a Nigéria consegue negociar a libertação das 219 raparigas da escola de Chibok, raptadas pelo grupo islâmico Boko Haram em Abril. Activistas dizem que o Boko Haram já raptou centenas de jovens rapazes, mulheres e crianças, desde 2009.
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 23 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Mãe Trabalhadora - trailler do filme

O filme explora a dupla responsabilidade das mulheres moçambicanas, como mães e trabalhadoras. Gentilmente cedido pelo Organização Internacional do Trabalho
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 22 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Ébola e os órfãos da Serra Leoa

Centenas de crianças ficaram órfãos na Serra Leoa devido ao surto do vírus do Ébola, são vítimas do estigma e da rejeição. Os familiares não querem saber deles. A Serra Leoa abriu o primeiro orfanato de vítimas do Ébola no distrito de Kailahun.
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 21 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Mais Vídeos