quarta-feira, 16 abril, 2014. 13:12 UTC

Notícias / África

Aviões franceses continuam a bombardear posições rebeldes no Mali

O Níger, o Burkina Faso e o Senegal prometeram o envio de tropas

x
Tamanho das letras - +
Redacção VOA
— Caças franceses bombardearam posições rebeldes pelo terceiro consecutivo no Mali, enquanto eram esperadas tropas de países vizinhos do Mali.

Testemunhas indicam que os ataques atingiram alvos na localidade de Gao

O Níger, o Burkina Faso e o Senegal prometeram o envio de tropas, um dia após a França ter iniciado os ataques aéreos contra os militantes.

Responsáveis indicam que as forças francesas obrigaram, com ataques aéreos e tropas terrestres, os rebeldes a abandonar uma localidade perto de Mpoti.

Um jornalista indicou à Voz da América que dezenas de combatentes islamitas foram mortos durante a operação.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 15 de Abrili
|| 0:00:00
...
 
🔇
X
15.04.2014
Vídeo

Vídeo "Temos muitos problemas na Guiné-Bissau", Abel Incada, candidato presidencial

Os guineenses foram às urnas a 13 de Abril e estão expectantes num novo Governo de paz e estável
Vídeo

Vídeo África do Sul vai a votos a 7 de Maio

Na África do Sul, o ANC está em campanha difícil para segurar o seu domínio no Limpopo, onde ganhou 85 por cento dos votos em 2009.
Vídeo

Vídeo Pistorius está no banco dos réus e a acusação tem sido dura

Os acusadores tentaram descrever o atleta sul-africano Oscar Pistorius como egoísta e abusivo durante o segundo dia de interrogatório no seu julgamento por homicídio.
Vídeo

Vídeo A luta dos medicamentos baratos

O Governo da África do Sul vai aprovar reformas sobre propriedade intelectual – incluindo patentes de medicamentos – que para activistas de saúde poderão permitir que mais sul-africanos possam ter acesso a medicamentos genéricos,
Mais Vídeos