sexta-feira, 18 abril, 2014. 15:40 UTC

Notícias / Angola

Sinistralidade galopante em Malanje alarma autoridades

O desrespeito ao código de estrada, consumo de bebidas alcoólicas e entorpecentes, excesso de velocidade foram entre as causas que originaram quase 170 mortos cerca de 500 feridos

Acidentes em Malanje
Acidentes em Malanje
Tamanho das letras - +
Isaías Soares
— Em dez meses e quinze dias deste ano 169 pessoas morreram em 515
acidentes em diferentes eixos viários da província de Malanje, anunciaram as autoridades governativas locais no “Dia Mundial em Homenagem às Vítimas da Estrada”, o 18 de Novembro.


O desrespeito ao código de estrada, consumo de bebidas alcoólicas e entorpecentes, excesso de velocidade foram entre as causas que originaram cerca de 500 feridos e mais de 39 milhões de kwanzas de prejuízos materiais.

Os acidentes mais arrepiantes que envolveram maioritariamente condutores inexperientes de veículos de duas rodas estavam estampados em fotografias que colectaram a feira do acidente.

O quadro é dramático reconheceu o governador de Malanje, Norberto Fernandes dos Santos. Segundo ele, “já constituem uma grande preocupação, senão mesmo, um problema de saúde a julgar pelo galopante crescimento das estatísticas sobre acidentes e suas consequências”.

O governante notabilizou que entre os prejuízos agravados, “podemos realçar as que resultam de mortes e ferimentos deixando sempre a dor, o luto e a desolação no seio familiar”, disse, para depois comentar “pessoas com lesões que ficam marcadas para toda a vida”.

Dos cerca de 400 acidentes rodoviários registados em 2011 morreram 153 pessoas, enquanto que cerca de 400 outras ficaram feridas.

O jovem desempregado José Pedro Simão, mas ganha a vida ao serviço de moto táxi, espreitou a exposição recomendou, “de que devemos ter muita cautela, precaução e como nos mostrarmos na estrada porque estamos a aumentar os níveis dos acidentes”.

“Quando mais nós não soubermos controlar as nossas formas de condução, mais o nível de acidentes vamos aumentar”, concluiu.

Uma brigada de prevenção rodoviária de estudantes do primeiro ano dos cursos de licenciatura em ciências da educação da Universidade LuejiA’NKonde em Malanje foi constituída e realiza há um mês campanhas de sensibilização de automobilistas e motociclistas.

No final de semana os brigadistas foram a sede do município de Cacuso, a 72 quilómetros a oeste norte da capital malanjina, onde a actividade foi um sucesso de acordo com o coordenador do grupo Filipe João Cose.

“Até agora o trabalho é positivo, estamos aqui no município de Cacuso conseguimos atingir a nossa meta que é sensibilizar os automobilistas, os piões, motociclistas e a situação está calma independentemente da chuva que tentou atrapalhar o trabalho”, precisou o docente universitário, considerando que foi 100 do programa cumprido.

Estudantes universitários na cruzada contra as mortes e ferimentos de pessoas nas estradas do país.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 17 de Abrili
|| 0:00:00
...
 
🔇
X
17.04.2014
Vídeo

Vídeo "Temos muitos problemas na Guiné-Bissau", Abel Incada, candidato presidencial

Os guineenses foram às urnas a 13 de Abril e estão expectantes num novo Governo de paz e estável
Vídeo

Vídeo África do Sul vai a votos a 7 de Maio

Na África do Sul, o ANC está em campanha difícil para segurar o seu domínio no Limpopo, onde ganhou 85 por cento dos votos em 2009.
Vídeo

Vídeo Pistorius está no banco dos réus e a acusação tem sido dura

Os acusadores tentaram descrever o atleta sul-africano Oscar Pistorius como egoísta e abusivo durante o segundo dia de interrogatório no seu julgamento por homicídio.
Vídeo

Vídeo A luta dos medicamentos baratos

O Governo da África do Sul vai aprovar reformas sobre propriedade intelectual – incluindo patentes de medicamentos – que para activistas de saúde poderão permitir que mais sul-africanos possam ter acesso a medicamentos genéricos,
Mais Vídeos